Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

Poema retirado do livro (Longe da vista, nunca do coração) Alzira Macedo

 Livres para amar

Livres para amar...

 

Infatigável é a voz do coração...

Deixando o pensamento voar

e ser livre para amar.

Não amar porque é proibido,

tudo isto não tem sentido!!!

Simplesmente dizes e pensas o que te vai na mente,

Será o desejo de muita gente.

Coração deixa ver o quanto fazes sofrer!!!

Pensamento livre para amar,

As circunstâncias da vida é que te fazem parar.

Insaciável é tua sede de viver,

Poder ser livre

de amar sem a ninguém pertencer.

Á tua volta sentes opressão!!!

Desces desse sonho porque te chama a razão.

Bom seria deixar teus sentimentos flutuar,

Sem preconceitos

e teus sentimentos partilhar.

Nem tudo que está ao alcance do coração!!!

Podes viver porque tens o recuso da razão.

Então...

procura, tenta, ousa, inventa, arrisca e realiza.

Nunca deixes de sonhar!!!

Um dia podes alcançar um tempo...

somente para amar.

.

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 13:18

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?

só passei para deixar este recado

Quinta-feira: 7
http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 12:07

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

...

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 22:45

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

De passagem

Bom diaom-bomdia102.gif

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 08:03

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

poesia minha

 

Conversa ao farol

 

O espírito poético, encurta distâncias
 e beija a alma,
 onde quer que ele esteja afagando
 e trazendo em si, o prazer de ser e viver.
De alma e coração assim me foi dito
 por palavras de um amigo sincero
é com luz que abrilhanto meu coração
vivo nas promessas do que virá ou viverei
a poesia, é minha companheira
alegre ou triste, assim sempre serei,
não interessa onde estarei

és farol,
que ilumina os dias mais obscuros da minha existência,
todas promessas que farei serão sinceras
porque luz me darás
não te vás alma poética,
 não adormeças,
 farás de mim uma simples mortal
sem refugio e sem mar para navegar
rasga-se em mim o ser sonhador
se não tiver onde procurar e te contar
palavras que direi e escreverei somente por amor
ser capaz de gritar, para desprender a dor
o que sou afinal
uma louca,
que acredita no amor imortal
farol que iluminas o infinito
vem te aconchegar em meu espírito
faz da poesia
meu grito de liberdade, de esperança e de consolação
 mesmo quem não me entenda,
acredite e veja o teu reflexo em meu coração


                                                                                    Alzira Macedo

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 01:54

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Minha poesia

Procuro teu olhar

 

Image hosted by Photobucket.com


Parada procuro teu olhar
onde andas, onde te vou encontrar
nas ondas do mar que te levam e trazem quando quer
na noite escura, num turbilhão de pensamentos
que me trazem á realidade sem querer
procuro encontro, mas voltas a partir
peco ao vento que te volte a trazer
que não te esqueças de mim
na madrugada sem eu me perceber
poder acordar e te ter
porque nada nem ninguém nos pode separar
o quanto vivemos e tivemos que partilhar
pensamos que seria melhor a separação
hoje percebemos que não
ficaremos juntos, sabendo o quanto é fácil viver assim
porque no sonho te trago muito perto de mim
é fácil falar quando não passamos por uma dor assim
depois desta caminhada não existe o fim
nunca mais te vou deixar
mesmo que a vida queira tentar
a vontade deste querer ninguém consegue enganar
irei flutuar, lutar e nunca desistir
 somente para te encontrar

                                                                                    Alzira Macedo

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 23:14

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

A falta de amor é a maior de todas as pobrezas...

Madre Teresa de Calcutá, cujo nome verdadeiro é Agnes Gonxha Bojaxhiu, (Skopje, 27 de Agosto de 1910Calcutá, 5 de Setembro de 1997) foi uma missionária católica albanesa, nascida na República da Macedônia e naturalizada indiana beatificada pela Igreja Católica.

Considerada a missionária do século XX, concretizou o projeto de apoiar e recuperar os desprotegidos na Índia. Através da sua congregação "Missionárias da Caridade", partiu em direção à conquista de um mundo que acabou rendido ao seu apelo de ajudar o mais pobre dos pobres.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Aprendi

Aprendi a dar sem nada receber,
há que semear para no fim colher.
Aprendi a respeitar toda a humanidade,
cada ser tem em si a mais profunda sacralidade.
Aprendi a contemplar a beleza na simplicidade
momentos singelos que constroem a felicidade.
Nesta vida serei sempre um aprendiz,
que entre o nascer e o morrer
tenta ser feliz
e chegará ao fim sem nada saber.

 

 

 

Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota

Temos de ir à procura das pessoas, porque podem ter fome de pão ou de amizade.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Quem julga as pessoas não tem tempo para amá-las.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

A todos os que sofrem e estão sós, dai sempre um sorriso de alegria. Não lhes proporciones apenas os vossos cuidados, mas também o vosso coração.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

O importante não é o que se dá, mas o amor com que se dá.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

O dever é uma coisa muito pessoal; decorre da necessidade de se entrar em ação, e não da necessidade de insistir com os outros para que façam qualquer coisa.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Não ame pela beleza, pois um dia ela acaba. Não ame por admiracão, pois um dia você se decepciona. Ame apenas, pois o tempo nunca pode acabar com um amor sem explicacao.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

 

 

 

Ama-me por Amor somente

Ama-me por amor somente.
Não digas: "Amo-a pelo seu olhar,
o seu sorriso, o modo de falar
honesto e brando. Amo-a porque se sente
minh'alma em comunhão constantemente
com a sua".

Porque pode mudar
isso tudo, em si mesmo, ao perpassar
do tempo, ou para ti unicamente.

Nem me ames pelo pranto que a bondade
de tuas mãos enxuga, pois se em mim
secar, por teu conforto, esta vontade
de chorar, teu amor pode ter fim!
Ama-me por amor do amor, e assim
me hás de querer por toda a eternidade.

                                                                                    Madre Teresa de Calcutá

 

 

 

0 dia mais belo? Hoje
A coisa mais fácil? Equivocar-se
O obstáculo maior? 0 medo
0 erro maior? Abandonar-se
A raiz de todos os males? 0 egoísmo
A distracção mais bela? 0 trabalho
A pior derrota? 0 desalento
Os melhores professores? As crianças
A primeira necessidade? Comunicar-se
0 que mais faz feliz? Ser útil aos demais
0 mistério maior? A morte
0 pior defeito? 0 mau humor
A coisa mais perigosa? A mentira
0 sentimento pior? 0 rancor
0 presente mais belo? 0 perdão,
0 mais imprescindível? 0 lar
A estrada mais rápida? 0 caminho correcto
A sensação mais grata? A paz interior
0 resguardo mais eficaz? 0 sorriso
0 melhor remédio? 0 optimismo
A maior satisfação? 0 dever cumprido
A força mais potente do mundo? A fé
As pessoas mais necessárias? Os pais
A coisa mais bela de todas? 0 amor”
 
                                           Madre Teresa de Calcutá















 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 15:26

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 27 de Janeiro de 2008

Ninguem manda em ninguem

AMAR... NÃO É TER DONO!!!
 
Ser esposa, amiga, companheira
amante, amor de todo instante.
Mãe de nossos filhos _a verdadeira.
Que gira ao redor de ti... Constante!
 
Uma dupla jornada de trabalho,
engrandece-me enquanto mulher:
Mostro ao mundo, de quanto me valho.
Nos Vôos que alço, como quiser!
 
Não queiras roubar o que de mim resta:
por seres meu parceiro até no sono.
Meus direitos... São meus! A que se presta?
 
A ser "propriedade" prefiro o abandono;
eu quero ser na vida a companheira,
amor, mulher, amiga... Não ter "dono"!!!

                                                 IMACULADA CATARINA

Nota: Escrevi como se sente a mulher porque sou mulher! Não nos esqueçamos que muitos homens vivem também subjugados...

todos precisamos aprender: NINGUÉM É DONO(A) DE ALGUÉM!
http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 15:56

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

No silencio, escuta

 Ao Ouvir seu Coração 
Paulo Roberto Gaefke

Ao ouvir seu coração, preste atenção ao recado,
pode ser que você tenha deixado de lado, 
atitudes que valorizam a sua própria vida,
empurrando o destino para outras mãos,
abrindo caminho para o sofrer.

O coração responde de maneira discreta,
diferente da razão que grita e ordena,
o coração permite nossas viagens,
a construção de sonhos e até de castelos na areia,
porque sabe que muitos precisam 
dessa chama dos sonhos,
mesmo que as ondas venham derrubar o castelo,
ainda assim, resta a imagem do que é a felicidade.

Todos que experimentam, 
mesmo que por apenas um dia,
o amor e a conquista de um sonho, 
jamais esquecem,
é como doce que comemos na infância, 
é suave lembrança, é meta que vira objetivo, 
é caminho que forma o destino.

Por isso, ao ouvir seu coração, preste atenção,
ele pode querer dizer:
ame com paixão,viva com intensidade, 
respeite-se sempre,
mas, nunca deixe de sonhar e acreditar,
que hoje ainda, é sempre cedo para recomeçar, e ser feliz...

Eu acredito em você.

                     

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 15:40

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Momento poetico.

  Fernando Pessoa                   

                   

"Com uma tal falta de gente coexistível, como há hoje, que pode um homem de sensibilidade fazer senão inventar os seus amigos, ou quando menos, os seus companheiros de espírito?"

 
Nome completo:
Fernando António Nogueira Pessoa.

Idade e naturalidade:
Nasceu em
Lisboa, freguesia dos Mártires, no prédio n.º 4 do Largo de S. Carlos  em 13 de Junho de 1888.

Filiação
:
Filho legítimo de Joaquim de Seabra Pessoa e de D. Maria Madalena Pinheiro Nogueira. Neto paterno do general Joaquim António de Araújo Pessoa, combatente das campanhas liberais, e de D. Dionísia Seabra; neto materno do conselheiro Luís António Nogueira, jurisconsulto e que foi Director-Geral do Ministério do Reino, e de D. Madalena Xavier Pinheiro. Ascendência geral: misto de fidalgos e judeus.

Profissão:
A designação mais própria será «tradutor», a mais exacta a de «correspondente estrangeiro em casas comerciais». O ser poeta e escritor não constitui profissão, mas vocação.

Autopsicografia
por Fernando Pessoa

O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama coração.

Agora um poema de Fernando pessoa que eu gosto muito...

 

 

Mar Português

 

Ó mar salgado, quanto do teu sal

São lágrimas de Portugal!

Por te cruzarmos, quantas mães choraram,

Quantos filhos em vão rezaram!

Quantas noivas ficaram por casar

Para que fosses nosso, ó mar!

 

Valeu a pena? Tudo vale a pena

Se a alma nao é pequena.

Quem quer passar além do Bojador

Tem que passar além da dor.

Deus ao mar o perigo e o abismo deu,

Mas nele é que espelhou o céu.

                                                                    Mais palavras para quê?

                                                                           Alzira Macedo

 

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 14:10

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Visitantes


jeux de casino internet

Sou assim...

Nas asas da imaginação, sentimo-nos que nem borboletas. Voláteis, frágeis e livres Image Host

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

Um despejar...

Triste amanhecer

Quando cai a noite...

Mulher vulcão

"Melhor Presente"

Momento de reflexão

Momentos...

Folhas em branco

Coração bate forte

Imagem que não é a minha....

Uma brisa vinda de longe

Disfarçada em poeta...

Apenas palavras soltas, s...

Um desabafo solitario

Amor Maduro

Tu, eu e a noite

Quando a tristeza nos inv...

Esperanças sofridas

Saudades matam

...

Momento de reflexão

< <

Myspace Photo Cube

Apareça o sol! - Recados e Imagens para orkut, facebook, tumblr e hi5

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...