Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

A vida sem amor...

 

 

 

A vida sem amor….

è uma vida vazia é como se o dia nasce-se e morre-se sem se ver o sol
è uma escuridão total na nossa alma
é como um ser humano andar por andar…
Sem ambição, sem desejo, sem sorrir, sem fome, sem sede….
Já alguma vez paraste para pensar assim?….
Não?
Hummmm, então deixa-me pensar!!!
Será porque vives com muito amor?
Ou porque não pensas?
tudo quanto nos envolve é amor,  ahhhhhhh espera lá….
Quando falo em amor, pensas que amor é apenas na união de dois seres humanos
essa união “Carnal”, ou “sexual”?
Não nada disso, porque até isso é uma conjunção de vários sentimentos onde também o amor é permanente.
Mas por exemplo ter amor á vida….
Sim acordar todos os dias e dizer que bom hoje tenho monte de coisas a fazer e poder sorrir
como por exemplo: Andar debaixo da chuva e poder observar a natureza…
Ver o mar revoltado, barulhento quando lhe sorris, ele enraivecido cospe a espuma branca que nos faz apaixonar pela visão… e tudo isso porque se zangou com a Lua, ela mexe com ele é uma disputa diária entre os dois….
Também reparas nos seres humanos, que correm de um lado para o outro sem ter tempo de observar que a natureza lhes fala.
Perseguem o “com- com” do quotidiano, sem pegar um tempo e sorrir para o dia.
Dão boa tarde de fugida sem sequer sentir o que dizem…
Reparas nas crianças???
Elas sorriem, correm ao vento, á chuva, adoram molhar os pés nas possas de agua…
Adoram ir colher flores, que nascem por tudo quanto é lado na primavera e oferecerem ás mães… isso, é amor é felicidade.
Mesmo sabendo que por vezes vão ouvir ralhos, porque estão sujos, porque estão molhados,
Mas o amor á vida,  á aventura fala bem mais alto do que a razão…
Teria muito para contar, agora me esqueci do tempo,  parei olhando pela minha janela...
As arvores fazendo amor com o vento, as folhas sorridentes dançando de felicidade os pássaros testemunhos desta beleza…
as pessoas alheias correm ao sair dos carros para o restaurante, e ficam sem saber o amor que os rodeia…

Como é bom amar a vida…

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: apaixonada pela vida
musica: Carlinhos brown- Garoa
tags: , , ,
publicado por Alzira Macedo às 12:04

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2008

Já pensou na intensidade da vida...

 

Já falamos tantas vezes no sentido que queremos dar á nossa vida.
Existem momentos em que sentimos necessidade, em mostrar que a vida tem cor.
Nao podemos parar de conquistar o nosso amado ou amada se o temos connosco no nosso dia a dia...
(Estamos a dar lugar á monotonia)
Devemos saber  dar o espaço necessario sem ofuscar,
Elogiar o pouco que venha sem criticar, só assim obteremos a felicidade vivida dia após dia
um sorriso, um olá, um dizer "estou aqui conta comigo", ou dizer precio de ti, estou stressado  (a)nao me esqueco de ti.
Nas pequenas coisas fazem as grandes diferenças...

PENSE NISSO

 Intensidade da vida

 

 

A vida se vai em um instante...
quando pensamos que podemos deixá-la de lado,
vem o tempo mostrando que não há tempo,
vem a noite e passa o dia, semanas se sucedem,
e quando nos damos conta, mais um ano acabou.
E agora?
Que fazer do parque que não conhecemos?
Do filho que não vimos crescer?
do amor que deixamos morrer?
da saúde que destruímos de qualquer maneira?
Do amor que mal vimos desabrochar e morreu?
O que fazer do tempo que não temos?
Sim, porque sempre não temos tempo para viver,
sempre é um corre-corre ou uma apatia total,
fazemos ou não fazemos o que queremos,
geralmente fazemos mal feito, não aproveitamos...
Aproveite esse tempo e ame com intensidade,
ainda que o medo mande você amaneirar.
Estude apenas por prazer,  ainda que a matéria seja chata,
ande por contentamento, caminhe na chuva e sinta o sol,
seja intenso, vibrante, forte, cheio de certezas,
ainda que não saiba por onde ir...

E, porque a vida é um instante,
seja eterno.
O prazer é viver esse momento,
que deixarão de ser parte de um dia,
para ser inesquecível.

Paulo Roberto Gaefke

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me:
musica: " COMO É TRISTE O MEU VIVER"
tags: , , , ,
publicado por Alzira Macedo às 11:00

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008

Grandes frases, Grandes Verdades

 

"Mude suas opiniões, mantenha seus princípios. Troque suas folhas, mantenha suas raízes."

 

"Amigo, oculta a tua vida e expõe o teu espírito."

 

"Amar é saborear nos braços de um ente querido a porção de céu que Deus depôs na carne."

 

 

"A suprema felicidade da vida é a convicção de ser amado por aquilo que você é, ou melhor, apesar daquilo que você é."

 

 

"On résiste à l'invasion des armées; on ne résiste pas à l'invasion des idées."

"Resistimos à invasão dos exércitos; não resistimos à invasão das idéias."

 

 

"Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco. Se perdeu a honra, perdeu muito. Se perdeu a coragem, perdeu tudo."

 

 

"De quem tem o coração morto, nunca os olhos choram."

 

 

"As realidades da alma, por não serem visíveis e palpáveis, nem por isso deixam de ser também realidades"

 

 

 

 

 

 

 

Victor Hugo (26 de fevereiro de 1802 - 22 de maio de 1885), foi um escritor francês, autor de "Les Miserábles" ("Os Miseráveis").

 

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: Pensativa
musica: A do meu blo
publicado por Alzira Macedo às 08:25

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 24 de Fevereiro de 2008

Lembrar o passado

 

 

 

 

 

Por vezes dámos connosco a recordar o passado...
Eu não fujo á regra, com ar tristonho foi assim que acordei hoje
entao a melancolia ocupa o nosso espaço, a nossa alma ,a nossa força de conquista, a nossa forma de viver, até mesmo na nossa reação motora...
Mas que sentimento tao destruidor.
Entao tentamos recordar momentos passados felizes e esquecidos, me ocorreu que tenho alguns duetos com o poeta Ferdinando, na altura eramos os dois emigrantes na Alemanha
Hoje penso que ele continua por lá, perdi o seu rasto...
Eu, bem eu regressei ao meu país
foi dos unicos poetas com quem eu Duetei e aqui vou deixar um deles....

O Nosso Passado

 

Ferdinando

 

Folhei os dias no diário da vida!

Voltei ao passado distante...

Horas de cetim vividas no tacteio dos sonhos.

Beijos que trocamos na colina do desejo,

que nos amarrava ás horas e aos dias,

na solidez do nosso entendimento...

 

Horas várzeas, sonhos gritantes...

Irreais objectos, mudos como pedra!

Vivemos o fervilhar da força e da vontade,

na urgência de nos querer entre os anseios,

onde a vida em cada instante era só nossa!...

 

Ficamos amantes, num mutuo olhar apetecido,

no testemunho das madrugadas e das sombras...

Na retina dos espaços e dos ventos,

A vida ofertou-nos horas de prazer...

Vividas no desfraldar dos tempos...

Onde a saudade ainda chora no distante!

 

 

Alemanha

www.fersi.de

 

 

 

 

 VOU VOLTAR

Alzira Macedo

Um dia voltarei,
quando eu não sei!
E em criança me transformarei
Poder viver tudo que sempre sonhei
Pés descalços, tranças ao vento!
Sorriso no rosto, a felicidade presente a todo momento
Um dia ...
vou voltar, a correr debaixo da chuva
Cantar sem medo,
mesmo espreitando o perigo em cada curva
Vou saltar à corda jogar ao mata,
até mesmo à macaca.

Jogar ao esconde - esconde
  ir colher mimosas de onde a onde
Ouvir a voz da minha mãe chamar,
são horas de arrumar
Vai ser belo poder a criança voltar
Deixar de ter certezas,
e sentir que a vida tem beleza.
Certezas não levam a nenhum lugar
Apenas servem, para te enganar
Quero voltar à minha infância,
Naquele lugar onde havia tolerância
Viver no campo onde havia calma e paz.
Mesmo sendo a sonhar!
Sei que um dia vou lá voltar

 

(Alemanha)

 

Neste momento preferia ser criança ,nao sentiria o peso da responsabilidade nos ombros
podia sorrir, e desta vida desfrutar sem sentir o perigo em cada esquina
Lembra-me dos mais antigos dizerem, goza agora depois de ser a dulta a vida é outra...
Concordo plenamente, mas digo que é uma injustiça.
 De criança nao temos noção do que devemos gozar, depois de adultos ao descobrir já é tarde para ao passado regressar...
Muitos dos adultos se dizem ter ispirito Jovem, é uma revolta no seu proprio interior e o recusar em ser adulto.
 

           

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: Triste
musica: Daniel Balavoine " je ne suis pas un hero"
publicado por Alzira Macedo às 09:22

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Sábado, 23 de Fevereiro de 2008

Sonetos de poetas actuais

 

  

    

È verdade quem tem um amigo tem um tesouro...
Serei eu rica em amigos?
Nao me posso queixar sinceramente...
No entanto nao posso deixar de dizer, que amigos deve-se conquistar tal e qual como tentamos conquistar o amor.
Devemos-lhe lealdade, simpatia, amizade, carinho, tempo...
Sim o tempo é um factor importante para os nossos amigos, eles precisam sentir que temos tempo para os escutar.


(Tu que tens um amigo, queres que ele te escute, que ele se lembre de ti quando tens exames, aniverssario, novo emprego... Desejas que teu amigo se lembre de ti nas horas dificeis da vida, ou nos bons momentos porque é teu amigo e queres partilhar com ele....
Entao não te esqueças que teu amigo pensa tal e qual como tu, tambem precisa de ti nesses momentos.)

Na amizade é como no amor...
Dar e receber

Aqui fica um soneto da amiga e poeta Arlete Piedade Sobre a amizade.

 

Manta de retalhos

 

Manta quentinha formada de amizade,
que a todos nós aquece com carinho,
que afasta para longe essa saudade,
atapetando de flores, este caminho!

 

Caminho que percorremos nesta vida
e quem sabe já o fizemos outra vez,
talvez não fosse antes tão florida...
mas já esquecemos agora os porquês!

 

Nesta era queremos é solidariedade,
para compartilharmos nossa verdade,
entre todos que estendem suas mãos...

 

paz entre os povos, essa é vontade,
de todos que buscam pela liberdade,
manta de retalhos unida por irmãos!

 

Arlete Piedade - Fada das Letras
www.mundopoeta.net/fadadasletras

 

 

Obrigada amiga por tao belo soneto.
Um beijo em teu coração repleto de carinho e com sincera amizade

 

                                                     

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: Feliz com meus amigos
musica: Lucio Dalla
publicado por Alzira Macedo às 08:53

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
 O que é? |  O que é?

Realidade

 

 

Há pouco postei aqui um tema sobre o "sonho"
Onde tambem comentei que preferia sonhar de olhos abertos porque regresseria, sempre que queira á "realidade"

REALIDADE, é o que aqui vou postar, é importante que leiam até ao fim...
Recebi, e ao ler o e-mail nao tive outra alternative senao aqui o deixar para que leiam tambem.
Depois de o lerem, cada qual fica com sua forma de pensar mediante  esta historia que é veredicta.

Entrei apressado e com muita fome no restaurante.

Escolhi uma mesa bem afastada do movimento, porque queria aproveitar os poucos minutos que dispunha naquele dia, para comer e acertar alguns bugs de programação num sistema que estava a desenvolver, além de planear a minha viagem de férias, coisa que há tempos que não sei o que
são.

Pedi um filete de salmão com alcaparras em manteiga, uma salada e um sumo de laranja, afinal de contas fome é fome, mas regime é regime não é?

Abri o meu portátil e apanhei um susto com aquela voz baixinha atrás de mim:
- Senhor, não tem umas moedinhas?
- Não tenho, menino.
- Só uma moedinha para comprar um pão.
- Está bem, eu compro-te um.

Para variar, a minha caixa de entrada está cheia de e-mail.
Fico distraído a ver poesias, as formatações lindas, rindo com as piadas malucas.
Ah! Essa música leva-me até Londres e às boas lembranças de tempos áureos.

- Senhor, peça para colocar margarina e queijo.
Percebo nessa altura que o menino tinha ficado ali.
- Ok. Vou pedir, mas depois deixas-me trabalhar, estou muito ocupado, está bem?

Chega a minha refeição e com ela o meu mal-estar.
Faço o pedido do menino, e o empregado pergunta-me se quero que mande o menino ir embora.
O peso na consciência, impedem-me de o dizer. Digo que está tudo bem.
Deixe-o ficar. Que traga o pão e, mais uma refeição decente para ele.
Então sentou-se à minha frente e perguntou:
- Senhor o que está fazer?
- Estou a ler uns e-mail.
- O que são e-mail?
- São mensagens electrónicas mandadas por pessoas via Internet (sabia
que ele não ia entender nada, mas, a título de livrar-me de questionários desses). É como se fosse uma carta, só que via Internet.
- Senhor você tem Internet?
- Tenho sim, essencial no mundo de hoje.
- O que é Internet?
- É um local no computador, onde podemos ver e ouvir muitas coisas, notícias, músicas, conhecer pessoas, ler, escrever, sonhar, trabalhar, aprender. Tem de tudo no mundo virtual.
- E o que é virtual?
Resolvo dar uma explicação simplificada, sabendo com certeza que ele pouco vai entender e deixar-me-ia almoçar, sem culpas.
- Virtual é um local que imaginamos, algo que não podemos tocar, apanhar, pegar... é lá que criamos um monte de coisas que gostaríamos de fazer. Criamos as nossas fantasias, transformamos o mundo em quase como queríamos que fosse.
- Que bom isso. Gostei!
- Menino, entendeste o significado da palavra virtual?
- Sim, também vivo neste mundo virtual.
- Tens computador?! - Exclamo eu!!!
- Não, mas o meu mundo também é vivido dessa maneira...Virtual. A minha mãe fica todo dia fora, chega muito tarde, quase não a vejo, enquanto eu fico a cuidar do meu irmão pequeno que vive a chorar de fome e eu dou-lhe água para ele pensar que é sopa, a minha irmã mais velha sai todo dia também, diz que vai vender o corpo, mas não entendo, porque ela volta sempre com o corpo, o meu pai está na cadeia há muito tempo, mas imagino sempre a nossa família toda junta em casa, muita comida, muitos brinquedos de Natal e eu a estudar na escola para vir a ser um médico um
dia. Isto é virtual não é senhor???

Fechei o portátil, mas não fui a tempo de impedir que as lágrimas caíssem sobre o teclado.
Esperei que o menino acabasse de literalmente "devorar" o prato dele, paguei, e dei-lhe o troco, que me retribuiu com um dos mais belos e sinceros sorrisos que já recebi na vida e com um "Brigado senhor, você é muito simpático!".

Ali, naquele instante, tive a maior prova do virtualismo insensato em que vivemos todos os dias, enquanto a realidade cruel nos rodeia de verdade e fazemos de conta que não percebemos!

Sem palavras...        


 

                                                               

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 00:00

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2008

sonho

  Olá amigos

Acordei com vontade em partilhar o “sonho”
Não o meu sonho, até porque nem me lembro de ter sonhado….
Mas sim o sonho em si, se pensa que apenas existe sonho no sono pois está enganado
Sonho é tudo quanto nos envolve de magia é tudo quanto nos deixa feliz.
 Me dirão, mas isso são momentos mágicos momentos de felicidade!
Exactamente, Mas é o “sonho de alguém”
O que para nós é algo muito natural, pode ser um sonho para outros….
Daí sentir a vontade de vos fazer sonhar e de olhos bem abertos, sim
Porque os melhores sonhos acontecem quando temos os olhos bem abertos, conseguimos sempre voltar á realidade que é nessa que vivemos.

Cá vos deixo algumas frases ditas que nos fazem pensar e até mesmo sonhar.
Vamos partir juntos nessa viagem de aventura?
Então preparem-se …

 

Viver é consumir-se de amor, dialogar, perder-se nos outros. A vida é a interpenetração total das almas e das inteligências.

Os homens cultivam cinco mil rosas num mesmo jardim e não encontram o que procuram. E, no entanto, o que eles buscam poderia ser achado numa só rosa.
(Antoine de St. Exupery)

 

Dos amores humanos, o menos egoísta, o mais puro e desinteressado é o amor da amizade. (Cícero)

 

"Amor é o mais terrível, e também o mais generoso das paixões; é o único que inclui em seus sonhos a felicidade de outra pessoa."

( Jean Baptiste Alphonse Karr )

 

"As pessoas gastam uma vida inteira buscando pela felicidade; procurando pela paz. Elas perseguem sonhos vãos, vícios, religiões, e até mesmo outras pessoas, na esperança de preencherem o vazio que as atormenta. A ironia é que o único lugar onde elas precisavam procurar era sempre dentro de si mesmas"

( Ramona L. Anderson )

 

"Não seja empurrado por seus problemas. Seja conduzido por seus sonhos."

 

Ainda que eu fale todas as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor sou como o bronze que soa ou o sino que retine... mesmo que tivesse toda a fé a ponto de transportar montanhas, se não tiver amor, não serei nada.
(Paulo, carta aos Coríntios, Cap. 13)

 

 

 

 

VOCÊ AQUI E AGORA

 

Onde está você agora?

Sinto sua falta!

Preciso tocar seu corpo!

Sentir sua respiração!

Beijar sua boca!

Preciso de você aqui e agora.

 

Olho para o céu!

As nuvens carregadas!

Meu coração triste!

Preciso ter você aqui e agora.

 

A chuva cai!

Meu coração reclama!

A falta que você faz aqui e agora.

 

A chuva cessou!

As nuvens dissiparam-se!

O sol voltou a brilhar!

O jardim floresceu!

Mas eu preciso de você aqui e agora.

 

Autor: Viajante dos Ventos

 

                                              

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 10:19

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008

Frase poetica

 

 

 

 

 

Uma palavra há de ser poética desde que você a coloque em lugar imprevisto, desde que ela dê alarme, desde que ela quebre o muro da velha ordem. É preciso sempre escrever a primeira vez de uma frase. Se possível botar roupa rasgada nas idéias. Toda frase que se faz é preciso gozar nela. E é preciso fazer o serviço com paciência para que o gozo dê frutos.

 (Manoel de Barros)

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 09:19

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?

Prece

 

Hoje antes de dormir venho deixar uma prece do meu amigo e Poeta Eugenio de Sã
Obrigado amigo por esta prece maravilhosa que é a mãe das mães

digno der ser lido e comentado....
O Eugenio Sã tem muito que se le diga na escrita, mas eu sou muito pequenina para descrever a grandeza deste homem e sua esposa que tambem é poeta Olga kapatti
por isso vos deixo aqui o link onde os poderao ler com calma e acreditem que serao saciados com os escitos deles e de todos os poetas que formam a AVPB
Um beijao com muita amizade e ternura desta vossa amiga

 http://www.avpb.olga.kapatti.nom.br/avpb_home.html

 

 

 

 

 

 

 A Mãe das mães

Eugénio de Sá

 

 

Em ti as mães do mundo se revêem

Doce Maria, mãe de Deus, amada

No Céu ora por elas, que em ti crêem

Pois todas te veneram, confiadas

 

Em Fátima ou em Lourdes, multidões

Acorrem aos santuários Marianos

Com fé, ternura e esperança esses milhões

A ti rezam, Senhora, há dois mil anos

 

Dia da mãe são todos, Virgem Santa

Nos calendários de todas as nações

A ti invoco, com certeza tanta

Porque és a Mãe das mães das gerações;

 

Dá-lhes a paz Senhora, p'ra que vejam

Crescer e ser felizes os seus filhos

Que eles as saibam merecer e no que sejam

Hajam marcas Ti e dos Teus trilhos

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 00:02

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

momento de reflexao

 

Poema retirado do livro (Longe da vista, nunca do coração)

                                                              De Alzira Macedo

 

AMIZADES DA NET!!!

 

Ao conhecer é uma alegria de viver!!!

Se fala em paixões até em ilusões,

Mas que faz bater nossos corações.

Hoje tudo isso morreu, o nosso pensamento não esqueceu.

Sim, hoje se pode dizer!!! Que recordar é viver.

Mesmo que muitas amizades, não conheçam o amanhecer.

Hoje, vou escrever como é na net se conhecer.

É novo, é diferente!!! Amizades que vem do nada,

E todos querem, apenas algo da vida dizer!!!

Mesmo se conhecendo virtualmente,

é o nome que dá toda Gente…

Há quem procure, apenas onde se sente mais carente

Carinho e compreensão, e com base de boa educação.

Mas como tudo… não é mar de rosas

Há entretanto algumas almas maldosas.

A ti de ser esperto, e o (lixo) escolher

Para que te possas dessas (pestes) te proteger.

Passando à frente… na net se encontra boa gente.

Como tudo na vida, tudo nasce e tudo morre

Com estas amizades acontece o mesmo.

Há os que ficam e os que vão

E os que desta amizade nunca esquecerão.

Aos que desconhecem, e falam sem saber!!!

Não sejam maldosos antes mesmo, desta face conhecer…

                                                                                                                              Alzira Macedo

                                                                                                                              Junho 2005

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 20:33

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?

Visitantes


jeux de casino internet

Sou assim...

Nas asas da imaginação, sentimo-nos que nem borboletas. Voláteis, frágeis e livres Image Host

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

Um despejar...

Triste amanhecer

Quando cai a noite...

Mulher vulcão

"Melhor Presente"

Momento de reflexão

Momentos...

Folhas em branco

Coração bate forte

Imagem que não é a minha....

Uma brisa vinda de longe

Disfarçada em poeta...

Apenas palavras soltas, s...

Um desabafo solitario

Amor Maduro

Tu, eu e a noite

Quando a tristeza nos inv...

Esperanças sofridas

Saudades matam

...

Momento de reflexão

< <

Myspace Photo Cube

Apareça o sol! - Recados e Imagens para orkut, facebook, tumblr e hi5

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...