Domingo, 13 de Dezembro de 2009

Jardins Inabitados...

 

 

Neste meu jardim inabitado…
Quero habitar…
A mim e a vós…
Pois somente junto conseguimos fazer algo de melhor nesta vida…
Cheia de corrupções, cheia de desamores, de traições.
Cheia de tudo menos de algo positivo, no nosso ser humano.
Estamos em época natalícia…
uma época onde as pessoas dão mais valor…
Não entendo sinceramente, mas é assim…
então vou falar aos vossos corações pelo menos tentar com a minha poesia…
espero que chegue lá….

 

 

 

Inabitado.

 

 

Jardins inabitados são os pensamentos!!!

 Pertencem palavras e imagens presentes.

 Ausento-me por segundos do meu jardim!!!
E contemplo a lua que sorri para min.

 Pedaços de felicidade me fazem sorrir!!!
Até os sons da noite consigo ouvir,

 Jardins anteriores que recuam,
deixando lugar às ideias que flutuam.

 Sensação de bem-estar,
como deste jardim não gostar!!!

 Cada sombra é um poema.

 Cada momento è vivido como o brilho de uma estrela.

 Trago a magia no pensamento!!!

 Que vivo e partilho a cada momento.

 Se pareço ausente, não creias!!!

 Vivo no meu jardim, fora das vidas alheias.

 Dá valor ao meu silêncio,
não te deixes por ele perturbar.

 São momentos de felicidade que irei contigo partilhar!!!

 Esta noite eu quero ser um jardim de sencações,

 Para poder escrever e alegrar vossos corações.

 Não é verdade que existe solidão,

 É apenas uma palavra enganosa, para não deixar falar o coração.

 Todos nós temos um jardim a florescer!!!

 Apenas necessitas nele acreditar,
não o deixar morrer.

 

 

 

Retirado do livro
In "Longe da vista, nunca do coração
Alzira Macedo
junho 2005

 

 

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 17:04

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
comentarios:
De Fisga a 14 de Dezembro de 2009 às 18:58
Olá minha querida amiga Alzira Macedo. Obrigado pela tua escolha nesse maravilhoso livro. É lindo e maravilhoso, mais parece uma história de encantar. Eu adicionei aos meus favoritos. bem hajas amiga pelo presente. Olha amiga, quero aproveitar para te dizer que não estou pior, mas vou na quarta- feira ao médico, para ver como é que estou. Porque tenho em mente ir passar o Natal fora de casa, e quero saber como estão as coisas. Quero também aproveitar o ensejo, para te desejar um Santo e feliz Natal, para ti e para todos os que te são queridos e que a saúde não falte no vosso lar, que nao falte a alegria a amizade o carinho e acima de tudo o amor, muito amor precisa-se. Um beijinho deste amigo, Eduardo.
http://i219.photobucket.com/albums/cc166/recado/glimboo/feliz_natal/0501.gif
De Alzira Macedo a 14 de Dezembro de 2009 às 21:02
Olá meu amigo
Eu é que agradeço tua presença nos meus escritos
são palavras simples, porque sempre amei a simplicidade
Mas palavras carregadas de sentimento.
Editei este meu livro em Junho, 2005 foi talvez das realizações que mais gozo meu deu
e continua a dar…
Parece uma história de encantar dizes tu…
Sim talvez, mas também é uma história que se pode viver e que vivi e vivo aliás…
Não me canso de desejar de sonhar e de conquistar.
Nossa vida se torna mais fácil quando amamos.
Nosso jardim floresce com as flores mais belas…
Tendo nós com quem partilhar.
Os mais rudes dirão mais uma sonhadora, mais uma apaixonada e nada tem a ver com a realidade…
Discordo, pois nós somos a realidade.
Se não alimentarmos essa realidade com a magia dos sentimentos então ela é triste e fria…
Mas agora fugindo um pouco ao poema…
Obrigado amigo pela partilha da tua saúde fico feliz, cuida-te não deixes ao azar o que se pode melhorar… Tenhas tu amigo um santo e feliz Natal junto dos que mais amas que seja um dia de inovação de alegria e de muitos sonhos e realizações…
Natal não é apenas batatas e bacalhau e abrir prendas, não falando dos doces. Mas sim um momento familiar mágico, onde se celebra o nascimento da vida, da alegria, da paz, a união
E da bondade dos homens para doar sem medida…
Que seja este o teu Natal amigo…•Beijos doce desta amiga que te quer bem…
De Fisga a 15 de Dezembro de 2009 às 19:09
Olá minha querida e doce amiga. Olha! Quanto ao teu post. e ao facto de te poderem chamar sonhadora, Eu costumo dizer. Deixa-os fala-los que eles calarão-se-ão Quanto ao resto: Minha amiga Não é copiar, é ser prático, mas sincero. Faço minhas as tuas palavras sem mais adjectivos. O meu abraço nesse ambiente de festa que queremos seja o Natal. para ti e para todos os que te são queridos. Eduardo. P. S. desejo as tuas rápidas melhoras.
De maripossa a 14 de Dezembro de 2009 às 21:53
Alzira. Gostei do teu jardim inabitado, mas ele está cheio de pensamentos de amor, desejo e sonhos, e nestes jardins que precisamos voar e ir ao encontro do vento e do sentir.
Beijinhos de amizade Lisa
De Alzira Macedo a 14 de Dezembro de 2009 às 23:20
Oi amiga...
fico feliz pela tua participação...
Meus jardins inabitados, nao serão os de nós todos...
Temos em nossos jardins algo por descobrir, algo por partilhar..
e ao mesmo tempo queremos dar ao mundo a quem nos lê que existe tanto a desflorar a viver e a partilhar...
Sabes amiga me chamam de sonhadora.. fico feliz por isso...
Porque ao menos vivo num mundo onde os sentimentos sao belos e puros..
adoro viver nesta ilusão que é para muitos e eu luto para que seja minha realidade...
beijos doces
De maripossa a 16 de Dezembro de 2009 às 19:24
Amiga Alzira. Para quem pensa diferente, é sonhadora e não devia, mas prefiro ser como sou, onde o brilho do olhar leva longe ao amor, aos sonhos, até aqueles impossíveis de viver, mas que são nossos e bem profundos.
Beijinho amiga sonhadora das horas e dos minutos, e poemas.
Lisa
De 100timento a 15 de Dezembro de 2009 às 14:48
Hoje conheci o teu jardim

perfumes de tristeza e de alegria



Nesta noite aluarada

Tua poesia é de prata

E há um riacho que corre cristalino

Tilintando entre flores verdes azuladas

E a brisa é calma e doce

E eu feliz danço

Rodopiando descalço

Hoje a Lua és tu

Neste jardim de poesia

Doce beijinho...levo-te comigo e á tua poesia.
De Alzira Macedo a 15 de Dezembro de 2009 às 15:35

Emocionastes-me com tuas palavras Rui...
Obrigado por tao belo contracenar...
Neste meu jardim inabitado...

Hoje penso assim...
Se quando editei o meu livro em 2005 tivesse o conhecimento e os amigos que tenho hoje...
Seria esse o dia internacional da poesia...

Existe tanta alma sensivel, tanto coração insatisfeito...
E tanto por dizer por escrever...
Que por vezes nem descanso somente para estar mais presente com vós comigo e com a poesia...
Amei a tua passagem pelo meu jardim amigo
beijos doces com muito carinho....
De Sonhosolitario a 15 de Dezembro de 2009 às 16:11
Olá minha doce querida amiga Alzira Macedo
Aqui estou para te comentar como mereces ser
Vou tentar, dar o prazer das palavras. Para entender
Este teu escrever!

Jardim repatriado diz-me qual será o meu estado
Eu que te plantei essas flores
De Todas as diferentes cores
Algumas não me pertencem,
São sementes das minhas dores
Outras emprestadas,
Tenho a da saudade,
Sinto o seu estado
Tenho as da solidão,
Ai como sofre meu coração,
Em conjunto tenho a da inveja
Fico feliz porque quero
Que todo mundo a veja,
Há a da maldição!
E essa nunca terá
Lugar em meu coração,
Se encontra com a da pureza
E se encontra com a da solidão
Não há lugar para revolução,
Porque ganha sempre o amor com devoção.
Tenho a vida ai que linda é
O encanto da natureza sim com certeza,
Uma das mais encantadoras é a da esperança
Porque quem espera sempre alcança
Porque ainda me sinto uma criança
Vivendo dia-a-dia cheio de esperança
E nestas cores da felicidades
Eu nunca encontrei maldade,
Encontrei este lindo jardim
Onde quero ser jardineiro
Para tratar o ano inteiro
Não só em Janeiro
Por amizade
Para o mundo inteiro…

A ti minha doce amiga
Espero que goste deste põem a
Não sendo eu poeta
Mas sim marinheiro
O ano inteiro.

Doce beijinho
sonhosolitari
De Alzira Macedo a 19 de Dezembro de 2009 às 12:42
Sonho solitario...

Estou perplexa...

Hum escolheste todas as flores do jardim...
Fizeste delas o mais lindo boquet embrulhado pela ternura e amizade...
Que estou sem palavras...
Que mais poderei acrescentar...
Que meu jardin ganhou mais cor...
outra dimensão, jamais me sentirei sozinha...
Um beijo por essa tua amizade sempre constante...

Que teu jardim floresça tambem com as mais belas sementes...
beijos....
De Sindarin a 16 de Dezembro de 2009 às 18:55
Olá amiga! Um jardim a florescer que necessita ser regado sempre para nunca morrer como dizes...lindo. Mil bjs para ti amiga.
De Alzira Macedo a 19 de Dezembro de 2009 às 12:46
Minha amiga Sindarin...

Obrigada amiga, por teres regado este meu jardim, que não para de florescer dia a pós dia...
Amiga esta tua brisa, deu-me mais fortaleza ainda para continuar a florir e perfumar quem meu jardim vizitar...
beijoca doce para ti tb amiga....

Comentar poste

Visitantes


jeux de casino internet

Sou assim...

Nas asas da imaginação, sentimo-nos que nem borboletas. Voláteis, frágeis e livres Image Host

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

Um despejar...

Triste amanhecer

Quando cai a noite...

Mulher vulcão

"Melhor Presente"

Momento de reflexão

Momentos...

Folhas em branco

Coração bate forte

Imagem que não é a minha....

Uma brisa vinda de longe

Disfarçada em poeta...

Apenas palavras soltas, s...

Um desabafo solitario

Amor Maduro

Tu, eu e a noite

Quando a tristeza nos inv...

Esperanças sofridas

Saudades matam

...

Momento de reflexão

< <

Myspace Photo Cube

Apareça o sol! - Recados e Imagens para orkut, facebook, tumblr e hi5

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...