Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2010

Porque sou assim...

 

 

 

Porque nunca desisti…



Refugiei-me no silencio
para acalmar minha dor
encontrar respostas ao que me perturbou
aos acontecimentos
que se atropelaram em minha alma
fiquei ávida
desmotivada
triste
enraivecida
desprezei a vida
apenas quis escuridão
quis sofrer sozinha
sem nada dizer
para não martirizar
para não entristecer
porque me carimbaram
como forte
como guerreira
como confiante
como feliz e sorridente
Não quis que notassem
nas trevas que entrei
os dias e as noites que chorei
o desgosto que de mim se apoderou
e pouco do que era restou
refugiei-me
para me encontrar de novo
para voltar sorridente
forte como sempre
Hoje aqui estou
derramando uma lágrima
um sorriso
um aconchego
não depende somente de mim
o tempo que irei ficar
depende de vários factores
chamados VIDA
essa que pode ser bela
como triste
sinto-me num impasse
se voltei
ou se permanecerei
 perdida mais um tempo
neste desaguar de desencontros
ou nesta luta de conquista
porque não desisto
 nunca desisti
não desistirei , enquanto viverei

 

 

Alzira Macedo

 

 

 

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: Tentando não desistir
musica: Caravan
publicado por Alzira Macedo às 22:04

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
comentarios:
De Rosinda a 2 de Fevereiro de 2010 às 18:30
FORÇA! A VIDA COMO EU COSTUMO DIZER É BELA... NÓS É QUE COMPLICAMOS TUDO...
UM BEIJINHO
De Alzira Macedo a 2 de Fevereiro de 2010 às 20:22
Onix...

Obrigada pela força, pelo apoio e pelo teu carinho...
È nestas alturas da vida que damos valor ás pessoas que estão perto de nós... Se eu já gostava dos amigos que aqui adquiri agora muito mais...
Fico feliz em ter tua amizade...
Devagarinho vou visitando os vossos blogs e deixando minha presença marcada pelas palavras que sinto...
Um beijo amiga e até breve
De MIGUXA a 2 de Fevereiro de 2010 às 19:54
Alzira,

Minha querida,

A dor de uma perda é variável de acordo com os sentimentos que nos unem. Por outro lado , cada pessoa faz o luto à sua própria maneira. Tens todo o direito à tua privacidade, só não compreende quem tem uma pedra no lugar do coração. Mas, vais, a seu tempo, o teu tempo, encontrar a vontade de te unires a nós de novo.

Beijinhos carinhosos
Margarida
De Alzira Macedo a 2 de Fevereiro de 2010 às 21:03
Olá Miguxa minha amiga...
Sim a dor é vivida de forma muito diferente, por cada um de nós...
esta foi a minha forma, estou a tentar voltar ao decima...
irei conseguir a propria natureza nos prepara para isto.. por vezes nosso intimo não entende isso e se revolta, reclama, fecha-se...
Já de mim sou uma pessoa muito sentimental...
Por vezes acho que amo de mais as pessoas, porque me marcam muito, vivo os sofrimentos e as dores dos que me rodeiam...
Dizem que não é bom porque sofro.. eu digo é bom porque sinto e sentindo torno-me mais humana...
Enfim cada qual tem sua vertente...
Sou assim, nada poderei fazer...
Obrigada amiga pelo teu carinho, pela tua presença...
Os meus amigos virtuais fazem de mim mais feliz...
Beijos até breve...
Irei devagarinho passando pelos vossos blogs e comentar vossos dilirios que já sinto saudades...
De rodrigues a 2 de Fevereiro de 2010 às 20:32
amiga pois acabo de ler mesmo agora a sua dor do seu luto pois não escrevi mais cedo porque aixo que quando a ferida esta inflamada julguei ser melhor guardar para mais tarde hoje aqui estou acredite que pensei muitas vezes nos momentos que você estava ai a passar é uma pagina da vida que torna este ano 2010 já são dois amigos que foram ser enterrados ai em Portugal um com um cancro outra de idade com 92 anos pessoas que eu tinha muita estima agora ai esta o meu tio do realejo com o cancro a espera do ultimo dia já disseram que não vale apena estar no hospital não a nada a fazer estou sempre a espera da noticia é muito triste a nossa vida não pensamos mais nisto que a vida continua muita coragem para si e para o seu marido um abraço de nos Rodrigues
De Alzira Macedo a 2 de Fevereiro de 2010 às 21:09
Amigo Rodrigues...
Obrigado por este abraço amigo...
Por este aconchego, mesmo estando á espera de mais um choc emocional...
Sei o quanto esse tio tem valor para si...
Alias uma pessoa que tive o prazer de conhecer, de o ouvir tocar realejo como ninguem...
Ficará na minha memoria o tempo que viver...
Poderia lhe tentar dar esperança, mas sabemos que quando o diagnostico está feito, mais dia menos dia temos a triste realidade de os ver partir...
Força amigo, nada mais posso dizer ou fazer infelizmente...
Cá estarei de braçps abertos para um abraço um aconchego...
Um beijo á Idalina espero que ela esteja melhor de saude...
Outro para si desta sempre amiga que vos adora...
De MARIA HELENA RAMOS a 3 de Fevereiro de 2010 às 17:29
Cara amiga ; avida tráz-nos supresas que nem sempre estamos preparados ; mas continue em frente por o amor dos seus filhos do seu marido ; claro que amizade que dedica-va ao seu sogro lhe fez muito mal o ver partir mas é assim avida ; porque é assim ?...Eis a sua interrogação ?... Nós nunca sabemos porque somos assim ; eu só sei que a ademiro depois que eu escutáva a sua poesia na rádio alfa de Paris ; e que adorei imenso: e o milágre que o fez chegar as minhas mãos e graças a si ousei entrar na raiz lusitana. Bem desejo-lhe muita corajem queira receber este beijo virtual e toda a minha amizade.
De Alzira Macedo a 4 de Fevereiro de 2010 às 08:56
Maria Helena...

Que adoravel surpresa...
È uma mulher valente, consegue tudo o que pretende...
Ainda há pouco telefonava-me de frança e dizia-me que não percebia nada de pc...
E agora já me escreve e-mails...
È fantastica Helena parabens, sabe o carinho que sinto por si...
Até porque é uma pessoa que me cativou, com a sua gentileza, carinho, e amizade...
Eu é que agradeçp todo esse carinho, foi muito bom tudo quanto adquiri através da Radio Alfam fiz amizades que me ficam para a vida, Voçes é que fizeram de mim uma pessoa mais feliz pelo apoio que me deram...
O facto de eu a encentivar a entrar na Raiz Luzitana dásse a si o merito pela delicadesa que tem com a poesia e a coragem de enfrentar novos desafios....
Olhe Maria Helene, Já não vou conseguir entrar na Emissão da Ana Bela e o Rogerio, pois agora passei a trabalhar das 8h ás 16h...
Irei escrever para eles fico com pena mesmo...
Obrigada amiga por tudo quanto me tem feito bem com essas palavras tão simpaticas...
E prometo um dia vou mesmo até o Algarve...
Beijocas Doces e é um prazer a ter nos meus blogs...
De eternoerrante a 4 de Fevereiro de 2010 às 17:56
Doce Alzira...Vão chegar pessoas. Vais ter de te vestir e inventar um sorriso.
Afinal está tudo bem e isto não passou de um sonho mau, pode ser que a mão que desenha agora este sorriso (eu) encontre a inspiração num verdadeiro que já esteve esboçado mas foi apagado, com a tua dor.
Uma tela para não esquecer como pode parecer que D. Sebastião vem lá, e não passa de uma neblina mais densa...e a vida continua...
Beijoca do louco e sonhador rui
De Fisga a 5 de Fevereiro de 2010 às 19:09
Olá minha querida amiga, Alzira. Quero felicitar-te pela forma como enfrentaste a marca deixada pela perda. É difícil, mas é a vida e não a podemos moldar ao nosso jeito ou vontade. Ainda bem, ou talvez não. Senti, muito a tua falta, és um marco muito notado. Mas a vida não para e também nós suportamos a tua ausência, mesmo com saudade. E o tempo, é um tónico, que tudo cura, embora não apague. Espero que acabes de recuperar, e voltes em pleno, e não aos poucos. Já lá diz o ditado, enxoval que não vai com a noiva… um beijinho para ti minha amiga. E força. Eduardo.

Comentar poste

Visitantes


jeux de casino internet

Sou assim...

Nas asas da imaginação, sentimo-nos que nem borboletas. Voláteis, frágeis e livres Image Host

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

Um despejar...

Triste amanhecer

Quando cai a noite...

Mulher vulcão

"Melhor Presente"

Momento de reflexão

Momentos...

Folhas em branco

Coração bate forte

Imagem que não é a minha....

Uma brisa vinda de longe

Disfarçada em poeta...

Apenas palavras soltas, s...

Um desabafo solitario

Amor Maduro

Tu, eu e a noite

Quando a tristeza nos inv...

Esperanças sofridas

Saudades matam

...

Momento de reflexão

< <

Myspace Photo Cube

Apareça o sol! - Recados e Imagens para orkut, facebook, tumblr e hi5

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...