Sábado, 28 de Setembro de 2013

Apenas palavras soltas, sonhando no sonho

 

 




Adeus

Forte dura e marcante esta palavra
Recordações, que fazem sofrer
atropelam-se como cascatas
Os momentos de tristeza,
Que nos fizeram parar no tempo e implorar
o sol para sorrir,
Nos momentos mais obscuros onde o dia parecia noite…
Relembrando a luz das velas ardentes
Que nos aqueceram, noites frias e as madrugadas de amor
que agora,
 Ficam esquecidas no tempo
percorro, os caminhos vivenciados
partilhados de solidão
tendo por companheiro o sorriso
Estampado no rosto,
Como um desenho feito
o olhar triste e brilhante como as estrelas
não demonstrando que o brilho eram lagrimas
São tantos momentos, aos quais quero dizer
Adeus…
Nascer num novo dia, 
Insistir em viver feliz
Sorrir para ti
para mim
para o mundo
És história com fim
dando inicio á minha liberdade
de pensar e expressar
o que pretendo viver
e o desejo de ser
Adeus
vida anterior
que me fizeste ser o que não era
sentir o que não sentia
Hoje.
 Grito…
O meu novo eu
libertando-me timidamente das amarras
dando a mão ao meu novo renascer

 

 

 

Alzira Macedo

28 de Agosto 2011

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 23:49

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 4 de Junho de 2010

Vossa presença foi explendida...

 

 

 

 

 

Meus amigos…

 



Com um pouco de custo vim escrever este poste... 
 

Como alguns de vocês sabem,  estou impedida de trabalhar temporariamente…

 


Pois tenho meu braço direito engessado…

 


Não se preocupem, mais uma semana e penso que tudo será apenas um pesadelo do passado…
Mas não é por esse motivo que escrevo…
È por um motivo especial, alias por um motivo valido,  eu não esperava e me emocionei…

 


Completei 43 aninhos no dia 2 de Junho…

 


Calma são muitos, mas ainda estou muito fresquinha e pronta a receber mais 43 ahahaha


Fui bombardeada com vosso carinho no meu blogue e em outros blogues de amigos…
Depois amigos puxam amigos,  que me pareceu ser um cordão humano,  dando as mãos para virem até mim de varias formas dar-me os parabéns…


"Obrigados…"


Que palavra estranha para tanta emoção que senti…


(São nestes momentos que fico sem palavras… )


Já vos disse varias vezes que são os melhores amigos do mundo…


Hoje só me posso repetir…


Sei que não sou a amiga mais participativa, nem sempre estou presente no que escreveis e partilhais…
Mas porque a vida assim nos obriga…


Tambem não esperava a quantidade de mensagens, telefonemas, comentários, postes dirigidos a mim…
Então me recolhi em meu pensar e cheguei á conclusão que…


Sou uma sortuda e abençoada pela palavra AMIZADE…


A todos vós agradeço todo esse carinho, todas essas maravilhosas palavras…
E o vosso tempo dedicado…


Um beijo em cada um de vós….
Um só???
naaaaaa.. muitossssssssssssssss

 

Adoro-vos

 

"A verdadeira amizade é um caminho de mão dupla. Quando o sorriso dos nossos amigos, nos fizer duplamente feliz, quando a vitória dos nossos  amigos, é a nossa própria vitória, aí  saberemos que tornamo-nos um amigo de verdade"

 

A palavra, amigo deriva do latim amicus, com o significado de preferido, amado...
De facto a palavra, amigo deriva do verbo latino amare, em “português” ( amar. )

 

Amizade, portanto, é uma forma de amor.
Um amor sincero, leal, transparente e incondicional.·

Eu sei que tenho esse amor dos meus amigos, mesmo não nos vendo, não nos abraçando…
Sentimos bem profundo no nosso intimo, pelas palavras que nos escrevem e pelas acções divulgadas…


Amo-vos amigos e mais uma vez…

 Obrigado por participarem no meu dia de aniversário
http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me:
musica: parabens a voçê
publicado por Alzira Macedo às 14:57

link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
 O que é? |  O que é?
Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Meu Dia

 

 

Quanto tempo fiquei sem escrever, sem dar noticias minhas…
Uns dias, que para mim se tornaram uma vida…
Me parece que estou a sair de um coma…
Quando adormeci estava tudo bem, agora ao acordar
Nada encontro tudo de costas viradas…
Mas que raio se passa na cabeça das pessoas?
Porque são tão lunáticas…
Ainda á poucos dias há sorrisos, abraços, espera…
E de repente não consigo te encontrar, saber de ti, porque partis-te,
Fico perdida nas minhas memorias…
Ainda paro para reflectir se realmente estive assim tanto tempo fora…
Não claro que não… Até porque a net não é minha vida…
Pois bem meus amigos, sabem o quanto adoro escrever, mas também escrever algo que me dei-a prazer…
E não escrever por escrever….
Depois de um longo dia de trabalho e dois filhos esfomeados á minha espera…
Me restam poucas forças para a internet…
Ai como eu sofro… (ahahahaha)
Não fora de brincadeiras…
Deixei de trabalhar a noite sim noite não…
Agora trabalho todos os dias das 8h e por vezes até ás 17h30
È verdade trabalho como gente grande ahahahaha
Mas vamos ao que se segue…
Isto é apenas uma introdução ao que quero escrever a seguir e para que entendam que não me esqueci dos amigos…
Já agora uma beijoca bem fofa,  para os que me esperaram e para os que sempre me visitaram…

 

 

 

 Hoje sai do emprego um pouco mais cedo… 16h45 ena estou a fazer progressos já consigo sair mais cedo …
O dia estava belo, um pouco frescote,  mas brilhante,  um sol tímido aquecia essa tarde…
Olhei de um lado para o outro e sorri…
Quantas pessoas na rua, os trabalhadores de obras metiam-se com qualquer pessoa que passa-se… Sorri e pensei  não podem ver um rabo de saias…
Na hora do almoço quando tinha saído para tomar café aconteceu-me o mesmo…
Mas nessa altura estava fardada…
Ao sair então já ia vestida normalmente…
Ao passar, fui abordada por um deles, respondi sorridente porque os conhecia…
Trabalham á tempos para o mesmo patrão que eu…
Mas o engraçado é que ele não me reconheceu e tentou um flirt…
Gargalhei e disse,  depois dizem que o patrão é mau…
Ainda vos paga para tentar fazer engate…
Olhou estupefacto e disse…
Mas não lhe vais dizer, porque não o conheces…
Parei e disse.. Não?
Olhou para mim, assobiou e disse…
Xiiiiii… Mas que grande diferença da farda para o normal… (Será elogio pensei eu, ou não?)
Demos uma gargalhada e continuei caminho…
Depois senti a vontade de não vir logo para casa…
Não fui pela auto-estrada como sempre faço.
Dirigi em direcção á marginal…
Sentia saudades do meu mar…
Mas que bela paisagem á minha frente…
Vivi cada momento cada segundo…
Vi a felicidade dos namorados que passeavam de mão dada, ou mesmo abraçados…
As crianças com rostos corados que corriam atrás da bola, outros de bicicleta…
Alguns mais idosos passeavam o cão…
Alguns aventureiros sentados nas esplanadas dos cafés…
Não estava frio, mas um pouco de vento, trazia a brisa do mar…
Senti o cheiro entrar nas minhas narinas.
Olhei para o lado, o mar enrolava-se de onda para onda…
Os barcos balançavam de lado para lado…
Como se estivessem a dançar…
Um raio de sol iluminava o mar, dava-lhe uma cor de prata…
As gaivotas sobrevoavam a felicidade existente…
A liberdade delas era encantador…
Adorei ter tomado essa decisão pela beleza que eu estava a admirar…
Percorri  a marginal até o passeio alegre da povoa, lentamente, para que nada me escapasse…
senti-me feliz e não era eu que estava no café, ou passeava o cão, ou estava de mãos dadas, nem mesmo abraçada…
senti uma invasão de felicidade por ver gente feliz…
Como sabe bem observar o que nos rodeia…
E momentos de felicidade como este, acreditem vale a penas presenciar…

 

 

Alzira Macedo

 

 

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me:
publicado por Alzira Macedo às 22:31

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 30 de Novembro de 2009

Não vás!!!

 

 

 

Este poste, não é dos mais animadores…·
Mas è um,  dos mais marcantes da minha vida…
Nunca falo dos meus próximos…
Mas hoje não aguentei…

Trata-se da realidade da vida…

Enquanto uns vivem ou deixam-se viver, outros não sabem viver…
outros se agarram ao que podem, que lutam e não conseguem vencer
pois o destino está marcado…
Ai destino, ai destino que és tão cruel…
Tentei passar despercebida, mas para quem lida comigo de perto notaram que não consegui…
Tento sorrir, tento cantar, tento desanuviar…
Mas esta dor no peito permanece…
Porque sou impotente, sou mortal, nada posso fazer por quem eu amo…
Fico com uma raiva medonha,  pela tristeza que me acalenta em cada amanhecer,  em cada minuto em cada pensamento…
fico revoltada com o egoísmo que nos rodeia…
quando vejo uns a lutar para viver,  outros a perderem a vida e tanto querem vencer…
Depois a revolta dos que tudo estragão,  dos que não dão valor,  dos sem amor…
Teria vontade de destruir o mundo e de o reconstruir…
Mas não tenho nem poder nem capacidade…
então resta-me sofrer…
Não queria falar no assunto, mas tenho de desabafar…
Tenho uma pessoa amiga á semanas a lutar num hospital em Paris contra a dor, contra a morte…
Que já sofre á anos, e continua…
Onde vai ela buscar tanta força de sofrimento, onde vai ela buscar tanta garra para não partir…
A família dela está destorcida nada pode fazer, tentam aguentar mas a dor é forte…
Idalina Desculpa, mas não sou tão forte quanto pareço…
Tenho de deixar este meu testemunho,
por vezes espero mais um dia para te telefonar,
Porque penso que virão melhores noticias, Mas não é o que acontece…
Aguenta amiga,  luta… Tens amigos e família até já netinho que te querem tanto…
Eu pessoalmente com as lágrimas nos olhos como no coração te peço aguenta mais um pouco…
Quero voltar a passear contigo á beira mar, quero sentir esse teu sorriso, essa tua alegria de viver…
Aprendi a amar-te como se fosses da minha família até porque és…
Nossa cumplicidade é tanta, nossa partilha é muito mais do que duas amigas…
Olha o que passei  e hoje cá estou!!! 
Tenta só mais um pouco e verás que irás sorrir daqui a uns anos…
Não te deixes abater ainda tens tanto para dar, tens tantos que precisão  de ti…
Eu tua amiga inclusive…

Depois tenho amigos que partem não sabem se regressam ou não…
Duvidas em cima de duvidas…
Meus Deus como é custoso aguentar tudo isto…
Para coroar meu sofrimento…
Uma colega de trabalho com apenas 39 anos partiu…
Deixou marido e dois filhos pequenos…
Quem sofre?
Ela porque partiu sem viver…
Vão contra mim!!!
Vão-me dizer coitado é de quem fica…
Não concordooooooooooo
Porque ela tinha muito para viver, ela tinha o direito de ser feliz…
Ela tinha o direito de envelhecer,  de conhecer genros , noras, netos….
Ela tinha todo o direito…
Todo aquele que te é dado e não aproveitas…
Não consigo fazer nada, não consigo chorar e aliviar…
Não consigo sorrir…
Apenas consegui escrever algo porque me foi pedido e foi lido no funeral…
Não me sinto nem satisfeita nem realizada…
Apenas exausta e com muita mais garra para viver…
Sem trastes, sem arrastos e sem os medíocres que nos envenenam a vida…
Não querem ser dignos, querem desperdiçar a vida….
Então vão para longe e deixem viver quem nos faz falta quem nos amam, quem amamos…
Não os arrastem pela lama não merecem…

 

 

 

Foste e não voltas Olinda

È muito difícil falar sobre a morte…
Então preferimos falar sobre a vida…
Essa vida que de repente,
sem um aviso ficamos sem ela…
È nessas alturas
que paramos e reflectimos…
como vivemos,
o que vivemos,
para quem vivemos
foi o suficiente?
Nunca é…
Aonde antes havia alegria… agora silêncio
Saudade de te ouvir novamente,
do teu sorriso, do teu exagero,
do teu perfume.
Dos teus desesperos e forma de ser
saudade de ti…
 Que fica e vai perdurar
Simplesmente porque tua vida,
foi curta mas intensa
 e deixa o sabor a pouco…
caminhaste forte nas tempestades da vida
Na tua doença,
foste uma guerreira
Esta meta não venceste,
foste vencida...
Mas nunca por nós esquecida
Para alem de nos deixares
deixas, marido, filhos
os sofredores…
Mas os que partilham
de ti, os melhores valores
ficarás na memoria...
De quem te amou, ama e amará
para a eternidade.
Descansa em paz,
encontra o caminho da luz
na presença de Deus nosso pai e Jesus
tua ausência, fica para nós a historia
que enche a alma dos que choram
são sonhos,  vidas  e recordações
que ardem de dor,  da tua lembrança
Destino teu,
que foi tratado ao teu nascer
que as estrelas iluminaram em cada noite
e o sol aqueceu em cada amanhecer
Mais amiga não conseguimos dizer
saudades tuas iremos ter…


Tuas colegas de trabalho

 

 

 

Alzira Macedo

 

 

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: triste com a humanidade
musica: Quem perdeu...
publicado por Alzira Macedo às 23:31

link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 22 de Novembro de 2009

Poetar e forma de expressar...

 

Um poste diferente para um dia diferente…
Escrevi meu poema (Mistério irresistível)
E foi me comentado em poesia
daí nasceu um duetar
que passo aqui a partilhar…

 

Mistério irresistível…
(Alzira Macedo)

 

Numa bela manha,
 O mar estava enraivecido…
Pela minha dor, pela tua falta.
 Passeei, com olhos no horizonte
Enquanto te esperava!
a chuva ia caindo lentamente,
em meu rosto,
sorri ao vento,
lágrimas ou chuva estavam a correr
me perguntei que faço aqui?
porque não,
esperar por ti…
Te aproximas-te lentamente,
com olhos baixos, sorriso maroto
fomos ao encontro um do outro
Esse desejo não iria passar
sem o experimentar…
Mistério envolve magia
desconhecimento total do que nos espera
nossos olhares, iam sendo mais demorados
num jogo sem sedução
ficamos presos ao momento
sem explicação…
Os sorrisos e boa disposição foi uma constante…
quanto mistério estará escondido
o que me dizes e mostras
é mesmo o que és…
E eu…
Serei tão segura de mim
não haverá sedução
mesmo na imaginação…
Mistério…culto e secreto
Esse que fica no ar…
Quem o irá entender?
Quem se irá envolver…
Na busca, no desejo, na entrega
na paixão…No mistério…
 ou coisas do coração…
ou uma mera alucinação…

 

 

Mistério ou desejo?
(Sonhosolitario)
….
Não passam de saudades, do teu leito
O mar estava triste do teu olhar
Porque o mar sabe ler os pensamentos
Nós nunca entendemo-lo com um só olhar
Teremos que saber navegar

….
A chuva te trouxe lágrimas de esperança,
Te envolveram em lágrimas de magia
Ficas envolvida nos brinquedos de criança
dos sorrisos desse encontro de esperança
Que se envolveu a tal dita esperança
….
Nos descobrimentos do mundo desconhecido
Mas sempre protegido,
 pela alma e o tal pensamento
Dos internos olhares, sonhados da sedução
Entrega total com o teu amor dentro do teu coração
Envolve o mistério da sedução
Envolvente sem explicação,
 culpas o mar sem razão
Por falta do teu amor,
sentes falta da tua sedução
….
E no sonho constante da ilusão
Sente a felicidade ao encontro
Do teu coração com esse lindo olhar
E descontracção por isso é amor
E nunca pudera ser ilusão
Amas alguém muito seguro da tua união
Que jamais poderá fugir, ao pensamento
E nos sonhos da tua solidão
Encontras no mar o amigo
Para desabafar tua compaixão
….
Ainda bem que encontras-te algo perfeito
Que ouve e guarda os teus segredos
Dos teus sonhos da tua pura imaginação
Faz-te sentir mais segura de ti própria
No culto secreto do ar que respiras
No entender da verdade
Do mistério e dá paixão
O segredo ficará no mar
E será sempre uma verdadeira
Alucinação.

 
 
Complexa…
(Alzira Macedo)


Não é alucinação amigo
São palavras e momentos que vivem comigo
sempre disse e assumo ser poeta das palavras simples
onde podem beber os meus sonhos minhas ideias
assim como eu não vivo de vidas alheias
Mas gosto de partilhar
da minha existência
E da minha paixão pelo mar
esse sim, entende-me em cada ancorar
posso escalar posso reclamar
mas ele está sempre presente em cada olhar
em cada dor, em cada desabafo, em cada conquista
nunca encontramos o perfeito
vivemos numa busca infernal do querer mais alem
Meus segredos quem os entende, se não os conhecem
tentam perceber, mas logo desaparecem
o interesse se torna pequeno
porque a busca é grande
e se perdem no tempo da procura
assim me torno mais segura
no sonho da ilusão me deito
me transformo e paro para reflectir
será ilusão, será amor, será paixão
não sei e quem saberá
esse alguém da minha união
quem sabe…
será sim…
ou será não…
sou complexa,
sou amiga conselheira e sou poeta
onde o sonho e a realidade
se torna numa miragem
na minha solidão escondo, o meu verdadeiro ser
do querer sentir e não obter
a saudade mora em meu peito
do que não foi e podia ter sido
de um sonhar e amanhecer nunca acontecido.
Olhares, sonhos e sedução
não faz a miragem da minha ilusão
mas sim parte do bater em meu coração
esse coroado de saudade
de marés baixas e altas
que rimam ao encontro do desespero
que renego a cada segundo da minha vida
navego nesse mar extenso em busca de paz
largo as lágrimas de esperança
e meus sorrisos de criança
nele e simplesmente nele
 deposito toda a minha confiança
magia desejo ou não
eis aqui a questão…
 

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: Poeticamente bem
musica: Cher
publicado por Alzira Macedo às 21:48

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 19 de Novembro de 2009

Liberdade adquirida...

 

 

 

 

 

 

...SOBRE A VIDA DA GENTE.... 

Podemos acreditar que tudo que a vida nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje.
Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar contade que nenhum dia é igual a outro.
Cada manhã traz uma bênção escondida;
uma bênção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desaproveitar.
Se não usamos este milagre hoje, ele vai se perder.
Este milagre está nos detalhes do quotidiano; 
È preciso viver cada minuto porque ali encontramos a saída de nossas confusões, a alegria de nossos bons momentos, a pista correcta para a decisão que tomaremos.
Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em constante processo de mudança."
(...Paulo Coelho....)

 

 

        Tive um bom amanhacer, 

Tu tambem?.. 

 

Somos livres de voar...
de sorrir...
de amar...
de viver...
de gritar...
De escrever o que nos vai na alma
Não permitam
que alguem vos roube, essa liberdade
 

 

 

 

Alzira Macedo

 

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: com dores musculares
musica: papel principal
publicado por Alzira Macedo às 10:36

link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 13 de Novembro de 2009

Hino á amizade virtual...

 

 

 

 

Amizade igual a cumplicidade

 

Cumplicidade é o que sinto
com vossa presença
é amizade transformada em amor
sem troca de olhares
apenas conexão de almas
palavras substituindo beijos
 que voam directos ao coração
e não é ilusão…
Nossas escritas são maravilhosas canções
onde todos os males desaparecem
onde a melodia nos embala dia adia
os corpos não se tocam
mas entrelaçasse-se as partilhas de vida
como é bom viver esta magia
a base da amizade é
o amor puro e simples
sem rancor nem egoísmo
vossa amizade é meu hino
uma certeza nascida
de que estais de braços abertos
percorreis meus escritos, minhas poesias
bebeis a minha dor, minhas aflições,
satisfazei-vos com meus sorrisos
minha felicidade
como é bela esta nossa cumplicidade

 

 

Obrigados a todos pela vossa presença e partilha
pelo vosso carinho e dedicação
 

ALZIRA MACEDO

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: FELIZ COM OS AMIGOS QUE TENHO
musica: AMIGO ROBERTO CARLOS
publicado por Alzira Macedo às 13:53

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 13 de Outubro de 2009

Momento Sentido

 

 

 

 Há momentos em que a melhor coisa a se fazer é esperar.
E como eu costumo dizer…

 

“Melhores dias virão”


Sou o que sou...Não busco a perfeição em ninguém!!!
E não quero que  a busquem  em mim...

Ninguém é dono da verdade e da razão…

Enfim nem sei por onde começar…
Estou a sentir-me desiludida e cansada de tanto dito e mexerico
Já não entendo nada e nem quero tentar perceber…
Porque só os loucos tem actos incontroláveis e malignos…
Mas o pior disso é que nos conseguem baralhar a cabeça…
difícil é conseguir ser amigo de quem tem outro amigo…
pois conversa puxa conversa e cada qual tem a sua razão, que por fim já ninguém sabem quem disse o quê…
Tentei fazer o meu caminho muito solitaria neste mundo virtual,
Gosto de escrever nos meus tempos livres, gosto de ler…
Por isso tenho os meus blogs…
que seja bem explicito, não busco engates…
para isso há locais bem mais animados e reais…
Só te peço a ti que és meu amigo (a)
vens por bem sejas bem vindo, mas nunca me tragas problemas dos teus amigos…
È daí que começam os mexericos e por vezes zangas ou algumas duvidas de pessoas que até entao gostamos….
Façam-me um favor querem me comentar ou até mesmo criticar, estejam á vossa vontade…
Mas com o vosso proprio nome…
Não vao buscar nomes e IP de quem não vos pertence porque tudo se descobre…
Tou triste sentida baralhada que se calhar até me retirarei…
Ou recomecerei outro blog sem nome…
Até breve amigos…

       

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: Desiludida, triste, enganada
musica: Gaivota "Amalia"
publicado por Alzira Macedo às 19:21

link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 3 de Junho de 2009

Estive e estou de Parabens !!!

 




O dia de ontem foi lindo daí eu não hesitar em o descrever…

Tinha trabalhado durante a noite de  1 para 2 de junho
sempre a olhar para o relógio e com um sorriso um pouco escondido…
era sensivelmente 1hora da manha não aguentei mais fui buscar o telemóvel pensando que já tinha uma mensagem…
Ohhhhhhh que desilusão nada ainda, já tinha entrado no dia de meu aniversario e sem mensagens de parabéns….
Bem na pausa da noite fiz estoirar a garrafa de champanhe e abri o bolo com as minhas colegas de serviço….
Entre sorrisos e parabéns foi ali mesmo o meu primeiro festejo….
A noite continuou e eu sem receber mensagens….
Ao chegar a casa pelas 8h30 da manha fui logo abraçada pelos meus filhos….
Em seguida o telefone não parava, ainda fui surpreendida pela florista que me veio trazer um lindo ramo de rosas brancas a casa….
Era um vai e vem de amigas e familiares para me darem os parabéns,
e mais um ramo de flores do campo “as que eu mais gosto” e lindo o ramo em branco….
Terá algum significado, ramos de pessoas diferentes mas os dois em Branco “LINDOS”
Adorei…
Bem não necessito de dizer que me sentia lindamente bem, era a protagonista do filme onde tudo me era dirigido…
Meu filho recentemente emigrado para França me telefonou quando atendi ouvi do outro lado ele a cantar-me os parabéns “Emocionei-me” e deixei cair umas lágrimas de felicidade e de emoção ao mesmo tempo…
Os telefonemas eram de vários países seni-me “Importante” mensagens por telemóvel e mesmo via internet eram mais do que muitas “Espero responder a todos para agradecer, mas se por um acaso algum falhar aqui fica este poste para agradecer as minhas amizades e os que de mim se lembraram, mesmo os que não se lembraram eu sei o que isso é “Eu própria sou uma disparatada nesse aspecto esqueço-me muito”
Só gostaria de acrescentar que não sabia a quantidade de amigos que tinha e que não se esqueceram do meu dia…
Pois dificilmente falamos com todos no mesmo dia, mas no dia de aniversario preencheram o meu dia e meu coração, de emoção amor e carinho e de muita amizade.
Mais uma vez obrigados por existirem…

 

 

Amigos e familia amo-vos...
A amizade é uma dadiva de Deus, devemos saber cuidar bem dos nossos amigos.

 

 

Alzira Macedo


http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: Feliz e velhotinha
publicado por Alzira Macedo às 09:58

link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

Estive de ferias...

 

 

 

Allein, allein…

Titulo de uma musica Alemã
Com a qual me identifico…· (Sozinha, sozinha…)

As ferias iniciaram, e por sorte ou coincidência tive muitas visitas.
Pensei que iria  estar sozinha,
Até tinha pensado sair pela estrada fora em direcção a Setúbal.
Pois sentia-me exausta e a necessitar de novos ares.
Quando inesperadamente a casa se enche…
Filho, irmãos e amigos de origem alemã anunciam chegada…
Xiiiiiiii Pensei eu onde vou ter tempo para tanta gente!
Meu filhinho que bom o ter de volta ao meu aconchego.
Meus irmãos!
 Há quanto tempo não posso passar uma noite a conversar convosco…
Da nossa infância, da nossa juventude, dos nossos encontros e desencontros.
Do que éramos e do que somos…
Meu cérebro ficou preocupado, como vou conseguir consiliar tudo isto?
Não havia hipótese, teria de organizar uma noite multicultural, entre o Português língua mãe, o Francês língua acolhedora e o Alemão língua Germânica, esta ultima que vivi durante 20 anos…
Depois de uma organização minuciosa e cuidadosa foi um sucesso
consegui juntar 33 pessoas para um jantar á moda Portuguesa…
Churrasco foi a minha opção, mesas postas um pouco por toda a casa assim como pelo quintal pois o tempo estava muito incerto…
Mas o calor humano que se fez sentir e esteve presente nessa noite, nada temeu e consegui juntar varias gerações…
Entre meias palavras Inglesas, Francesas, alemãs e Portuguesas
assim como gestos todos se entenderam e compreenderam.
Foi uma noite fascinante, onde todos se entenderam compreenderam-se e novas amizades se ganharam.
Embora eu os conhece-se a todos, eles não se conheciam entre eles….
Fica na minha memória e na dos que participaram nessa noite magica…
Um convívio como podemos chamar de 100%
foi noite emocionante, onde eu revitalizei-me, pois consegui estar no seio de alguns dos meus familiares e amigos, porque muitos deles infelizmente ainda estão espalhados pelo mundo sem ter tido ainda a oportunidade de ferias…
Alguns deles foram ao fim de 4 dias embora, para os países de acolhimento.
Outros (Os meus amigos alemães partiram hoje de manha….)
Com Lágrimas nos olhos e me deixaram também, com lágrimas nos olhos, mas com a promessa de voltarem.
Tive duas semanas de ferias que souberam a muito pouco, Mas duas semanas muito intensivas que nem sabia qual o dia nem a hora em que estávamos.
Sei apenas que as vivi entensamente com o medo (aliás sabendo que iriam terminar brevemente)
Mas saboreei todo o segundo vivido e partilhado..
Estou exausta, vou iniciar o meu emprego aonde necessitava agora de ferias para descansar ahahahah
Ok tudo bem, sei o que estão a pensar…
( já estiveste de ferias e ainda queres mais?)
Vou iniciar o meu emprego, feliz porque pode rever amigos com quem partilhei minha vida e momentos muitos felizes, assim como alguns menos felizes.
Mas com uma amizade muito serena e muito sã.
Não tive muito descanso, mas tive a certeza de que as amizades sinceras são muito valiosas e nos fazem angariar energias desconhecidas…
Hoje antes de vir escrever este poste, estive algum tempo sozinha a olhar o céu estrelado, a lua a sorrir ao contrário como eu costumo dizer (quarto minguante)
talvez pela nostalgia e pela saudade de os ver partir e me sentir sozinha, novamente sozinha. ( Allein, allein)
Sou uma mulher feliz e realizada tenho a feliz sorte de ter amigos pelos 4 quantos mundo e que prezam a minha amizade, que fazem milhares de quilómetros para me visitarem…
Entao porque me sinto (Allein, allein ) “sozinha, sozinha”?
Porque tenho outros tantos amigos maravilhosos aqui em terras portuguesas que me esperam e que eu espero poder encontrar mais umas ferias para podermos estar juntos…
Assim nunca mais me sentirei Allein, Allein ( sozinha, sozinha)
com este poste quero apenas dizer que amizades sinceras são poucas, mas são o melhor antibiótico para a solidão…
contigo e com eles nunca mais eu terei a sensação de estar “Allein, allein” sozinha, sozinha…
Um grande xi coração a todos os meus amigos, e um pedido de desculpa pela minha ausência, mas não me podia desdobrar…
Mas fiquem com a certitude de que nunca me esqueci de vós amigos, apenas tirei uns dias para os amigos e familiares que viajaram até o nosso lindo Portugal…

Um beijo para todos vós e desejo-vos boas ferias…
Sei que para muitos ainda é cedo para outros estão a iniciar e para outros como eu já estão a terminar….
Mas como diz o ditado!!!
Deixa passar estas que daqui a pouco há mais…

 

 

 

Alzira Macedo

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: sem ferias
musica: Vamos a la plaia
publicado por Alzira Macedo às 23:57

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?

Visitantes


jeux de casino internet

Sou assim...

Nas asas da imaginação, sentimo-nos que nem borboletas. Voláteis, frágeis e livres Image Host

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

Apenas palavras soltas, s...

Vossa presença foi explen...

Meu Dia

Não vás!!!

Poetar e forma de express...

Liberdade adquirida...

Hino á amizade virtual...

Momento Sentido

Estive e estou de Paraben...

Estive de ferias...

Sobre mim...

8 desejos

Premios e desafios

Triste Noticia....

Saudade tua...

Historias de uma viagem

Noite magica.

Recanto das Letras....

Pensa nisto...

OBRIGADO AMIGOS

Momento de reflexão

< <

Myspace Photo Cube

Apareça o sol! - Recados e Imagens para orkut, facebook, tumblr e hi5

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...