Quarta-feira, 5 de Março de 2014

"Melhor Presente"

 

 






Sem querer apareceste...
Não te esperava!!
Não esperava reencontrar o que há muito havia perdido...
Trouxeste-me de volta o brilho no olhar...
O sorriso nos lábios...
Mas também o medo de me machucar.
Não te culpo por trazeres de volta um sentimento
Que eu havia prometido apagar de mim.
Mas culpo-te por fazeres desse sentimento o melhor que eu já senti...
De um jeito muito especial
Fizeste-me acreditar de novo que o Amor pode ser verdade...
Nunca amei...
Não sei bem o que essa palavra significa para mim...
Mas o importante agora é que sinto por ti algo que nunca senti.
Não te prometo a perfeição, pois isso eu não tenho...
Mas prometo o meu melhor desempenho!
És alguém mais do que especial para mim!
És alguém diferente...
Assim como eu sou...
És um desafio para mim!!
E sem que eu percebesse
Escreveste o teu nome no meu coração e aqui o deixaste.
És uma das melhores coisas que na minha Vida aconteceu...
Tu não és um brinde... mas sim um presente...
Um presente que Deus me deu!

(Henriques Samuel)




Quando nossa imaginação anda em construção ou mais parada, não podemos passar ao lado de belos textos...
Li, gostei e agora convosco partilhei...


http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 09:48

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 15 de Outubro de 2013

Momento de reflexão

 

Li e senti vontade de partilhar...

Um bom exemplo para pensar... Existe um ditado dos indígenas americanos que diz:

" Só andando com os sapatos dos outros é que poderiamos saber como é a vida de alguem "
(acho que cabe bem neste poste de hoje)

Aqui vos deixo um filme que vale a pena ser visto, para refletirmos e valorizarmos o que temos, que é mais do que acreditamos ter...
O filme fala por si, não precisa saber inglês... Tem a coragem de o ver até ao fim e partilha

(Cuidado com o que pede ao universo, pode obter e não gostar do resultado)


 




http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 12:09

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 10 de Outubro de 2013

Folhas em branco

 

 

Image and video hosting by TinyPic


Um pensar de outono…

 

Aqui escrevo e deixo pedacinhos de minha alma,
Alma vestida de outono,
Que deixa brotar das lagrimas a doce magia das palavras,
Que vive de sorrisos e de raios de sol tímidos.
Alma feita de melancolia,
Que se perde e se reencontra no toque suave de uma brisa.
Alma enfeitiçada, pela descoberta do querer viver
não importa em que estação.
Ao nascer, é-nos oferecido o livro da vida, com páginas em branco.
Essas que a cada estação,  paramos, para dar cor ao livro.
Não é obrigatório seguir as indicações alheias.
Mas inocentemente,
deixamos que os pais e a sociedade escrevam  por nós os primeiros capítulos,
e pode acontecer que não seja do nosso acordo,
Da nossa forma como vemos a vida,
Podemos mesmo ter vontade de misturar as estações
esticar a que mais gostamos…
Mas nada nos obriga a continuar a história da forma como começou…
Hoje é dia de dar asas a liberdade de expressão, deixando fluir os mandamentos do coração
Dar cor ao livro, carregar ele com as mais belas loucuras vividas e não sonhadas…
As letras e as palavras unem-se como dois corpos, duas vidas
e formam pequenas emoções sem definição e sem Limites, os nossos rebentos …
As folhas vão se enchendo pouco a pouco,
Deixando algumas em branco que são as oportunidades perdidas e esquecidas…
E no final do livro encontra-se uma página não preenchida
Paro e reflicto, oiço os sussurros do meu coração,
Fazendo deslizar a lagrima da saudade ao dizer-me que é a folha
dos segredos que ficarão comigo para a eternidade…





Alzira Macedo



http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 08:14

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 8 de Outubro de 2013

Coração bate forte

 

 

“Nunca amamos ninguém."
Amamos, tão somente, a ideia que fazemos de alguém. É um conceito nosso em soma é a nós mesmos que amamos.
Isso é verdade em toda a escala do amor.


Fernando Pessoa

Image and video hosting by TinyPic
http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 09:31

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 1 de Outubro de 2013

Uma brisa vinda de longe


 
 
 
Quando o carinho é grande mesmo de longe sentimos o cheirinho de uma amizade de verdade. Eu amo você - Recados e Imagens para orkut, facebook, tumblr e hi5



http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 15:47

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?

Disfarçada em poeta...

 

 

 



Disfarçadamente escrevi


Folha em branco peguei….
Em folha branca li, ou imaginei
já não sei…
Escrevi sem tinta, sem linhas
ouso dizer que escrevi, sem saber o que dizer
o importante é que consigo descrever-te,
Com tinteiro transparente
és o desenho da minha mente
escreve poeta
escreve…
Deixa linhas em branco
mas nunca deixes de escrever
leva ao mundo o teu ser
ou o deles…
Nas asas do pensamento
empurrado pelo vento, sem perder norte
Desejando aos navegantes do sonho
boa sorte
na conquista
na partilha
no aprender
e no dizer
essencialmente no sentir
veia poética não é escrever
é fazer-te sonhar e nunca acordar
deixar o amor no ar
semente pura, para semear
recolher e desfrutar
deixando o tempo suficiente para amar




Alzira Macedo


http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 00:46

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 12 de Março de 2013

Tu, eu e a noite


 O segredo da noite

Sussurro á lua
 com minha alma seminua
despejada de todas as preocupações
Só tu
só eu
só nós existe
Abro os olhos e neste instante não sou nada
somente corpo adormecido
alma viajante
almejando a semente do teu amor
das noites magicas sem pudor
Tuas mãos fortes fazem-me estremecer
quando por meu corpo passam
Não deixando rasto de segredo
desse nosso querer
Sussurro á lua
o nosso amar
Desvendei,  ao mais intimo
sem pudor
a nossa entrega
e o ficarmos um,
 enquanto a noite chegava ao seu fim
o amanhecer fazia-se sem música,
sem versos
apenas o ritmo do nosso coração
acelerado pela êxtase da entrega total
como se não ouve-se  amanha
Sussurrei á Lua
o brilho do nosso olhar
entrelaçado imaginando os nossos corpos
unidos pela força do nosso querer
o beijo que fez por breves instantes
O sol nascer em mim
ao acordar
sorri por breves segundos
Por alguns instantes dispo-me do sofrimento.
Sussurrei á lua
Longe de ti
com a tua recordação
Eu fui feliz.




                                                                                                                                     
                                                                                                                                      Alzira Macedo

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
musica: Gracias por existir "Axel"
publicado por Alzira Macedo às 16:18

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 26 de Novembro de 2012

Quando a tristeza nos invade…

 

 

Tenho meus olhos cobertos de lágrimas, ansiosas por partirem  
Tenho pensamentos em minha mente, ansiosos por saírem  
Tenho desculpas pendentes no meu existir  
Tenho palavras que por mais que tente nunca irão s...
air Terei culpa, serei o culpado, por procurar a tristeza?
Não, não serei culpado, por lutar para manter a chama acesso  
Não serei culpado, por ser apenas quem eu sou  
Não sou falso, tudo o que tenho e faço é tudo o que te dou Porque duvidam?
Terei de mudar para ser visto positivamente  
Terei de ser quem eu não sou e agir de um modo diferente  
Para muitos sou perfeito, eleito, um amigo, e mesmo namorado  
Para outros sou falso, imaturo, fraco ou até desinteressado
São precisos vários momentos para poder me conhecer  
Mais alguns para perdoar, e uma vida para evitar sofrer  
Não sou quem a primeira imagem por vezes aparenta  
Sou quem eu sou, não a imagem que outra pessoa ostenta
Faço tudo por quem merece, e são esses que mais me magoam  
Com discursos, de quem pensa saber tudo, simplesmente enjoam  
Gostava de por vezes conseguir e poder perdoar  
Mas o que me garante, que não vais voltar novamente a errar?
Prova-me, mostra-me que me conheces e que te preocupa  
Que o sentimento de me perder para um sempre te assusta  
A mim assusta muito, sobretudo pensar que possa ser culpado  
Num crime que não cometi, mas pelo qual acabo sendo julgado
Dizem que a tristeza, traz um culminar de maus momentos  
É verdade, vai-se a passividade de pensar por certos tempos  
Vai-se a calma, a ponderação, e apenas fica a vontade de chorar  
Quando erramos e não pensamos como é assim ficar
Sou um caçador de sentimentos, não detesto a tristeza  
Detesto sim ficar triste sem aproveitar sua beleza  
É verdade, há que pensar positivo na tristeza que me envolve  
Ou não conseguiria escrever tanto sobre a tristeza que me cobre

 

 


(texto de autor desconhecido)
"Tendo um pouco de todos nós"

 

 

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me:
publicado por Alzira Macedo às 08:30

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Sábado, 3 de Dezembro de 2011

fugi de mim


Eu e somente eu...


Um percurso de vida muito preenchido
uns momentos de glória, de ilusão
de sentimentos partilhados
Onde sorrimos, para quem não tem sorriso
que vivemos, para quem não tem vida
caminhamos num lugar oposto ao nosso
e não o sentimos
enganamo-nos no nosso percurso,  sem dar-mos conta….
Um belo dia acordamos e tudo que era fantástico deixou de ter sua magia
voltamos, ao ponto de partida
refugimo-nos nos nossos escritos de uma vida cheia de sorrisos falsos
ainda nos sentimos culpados
porque será?
Pela ingenuidade!
Ou pela cede de querer ir mais alem das nossas capacidades?
Agora cá estou eu,  
no meu muro de lamentos
onde tudo é inútil
onde apenas desabafo o que me vai na alma
de nada me arrependo
até porque foi uma aprendizagem de vida
Também tive momentos de grandes sorrisos
Mas senti sempre um desconforto em mim
não sabia onde o decifrar
hoje reconheço que foi de deixar de aqui estar
nada é perfeito na vida
nem eu, nem tu, nem ninguém
A humildade em reconhecer que erramos
faz-nos voltar aos locais onde nos sentimos mais felizes
Meu lugar é aqui
perante vós,
perante o escrever o que me vai na alma
è aqui que sou eu
é aqui que me sinto realizada
No meu cantinho onde ninguém me lê
e posso ser eu própria sem me esconder



 

 

 

Alzira Macedo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 03:18

link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 13 de Outubro de 2009

Momento Sentido

 

 

 

 Há momentos em que a melhor coisa a se fazer é esperar.
E como eu costumo dizer…

 

“Melhores dias virão”


Sou o que sou...Não busco a perfeição em ninguém!!!
E não quero que  a busquem  em mim...

Ninguém é dono da verdade e da razão…

Enfim nem sei por onde começar…
Estou a sentir-me desiludida e cansada de tanto dito e mexerico
Já não entendo nada e nem quero tentar perceber…
Porque só os loucos tem actos incontroláveis e malignos…
Mas o pior disso é que nos conseguem baralhar a cabeça…
difícil é conseguir ser amigo de quem tem outro amigo…
pois conversa puxa conversa e cada qual tem a sua razão, que por fim já ninguém sabem quem disse o quê…
Tentei fazer o meu caminho muito solitaria neste mundo virtual,
Gosto de escrever nos meus tempos livres, gosto de ler…
Por isso tenho os meus blogs…
que seja bem explicito, não busco engates…
para isso há locais bem mais animados e reais…
Só te peço a ti que és meu amigo (a)
vens por bem sejas bem vindo, mas nunca me tragas problemas dos teus amigos…
È daí que começam os mexericos e por vezes zangas ou algumas duvidas de pessoas que até entao gostamos….
Façam-me um favor querem me comentar ou até mesmo criticar, estejam á vossa vontade…
Mas com o vosso proprio nome…
Não vao buscar nomes e IP de quem não vos pertence porque tudo se descobre…
Tou triste sentida baralhada que se calhar até me retirarei…
Ou recomecerei outro blog sem nome…
Até breve amigos…

       

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: Desiludida, triste, enganada
musica: Gaivota "Amalia"
publicado por Alzira Macedo às 19:21

link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
 O que é? |  O que é?

Visitantes


jeux de casino internet

Sou assim...

Nas asas da imaginação, sentimo-nos que nem borboletas. Voláteis, frágeis e livres Image Host

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

"Melhor Presente"

Momento de reflexão

Folhas em branco

Coração bate forte

Uma brisa vinda de longe

Disfarçada em poeta...

Tu, eu e a noite

Quando a tristeza nos inv...

fugi de mim

Momento Sentido

Momento de reflexão

< <

Myspace Photo Cube

Apareça o sol! - Recados e Imagens para orkut, facebook, tumblr e hi5

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...