Sexta-feira, 7 de Março de 2008

Ser Mulher...

 

                                               

 

È de facto uma barbaridade ser mulher em paises como a Turquia, Paquistao,Marocos e tantos mais...
Mas essa barbaridade é nossa, Europeia, porque nâo entendemos esse modo de viver e não achamos justo porque nâo o  é....
Religiâo ou nâo religiao, elas tem o direito de poder decidir se querem ou nâo cobrir todo o seu corpo inclusive o rosto para nâo serem vistas por outro homem a nâo ser aos que elas estao prometidas ou casadas...
Em contrapartida os homens tem direito a terem 7 mulheres....
Aonde está aqui a igualdade?
Agora outra barbaridade maior ,é quando os nossos homens Portugueses, nos dizem a nós mulheres, termos sorte de sermos mulheres Portuguesas!!!
Agora pergunto eu... Será que falam assim porque eles preferiam ser homens desses paises?
Fico por aqui... Pensem no assunto.

           


Portugal é o reboque de toda a Europa….
Para alem de termos vivido 50 anos de fascismo a liberdade conquístada  em 25 de Abril 1974 trouxe talvez um pouco de sonho… Porque estamos adormecidas ( Sabemos que existe algo que tem de ser alterado, mas nada fazemos para isso.)

Como é possível que as mulheres no seculo XXl ainda tem medo de votar o contrario do marido (Se o voto é secreto! Que ainda não tira tempo para si e os seus lazeres porque o marido está em casa e não gosta muito)
enquanto existir a violação domestica assim como restrição do sexo feminino em postos de trabalho.  
I
ncrível mas verdade…  A mulher em Portugal continua a ter o salário mais baixo do que o homem fazendo o mesmo trabalho.
Falo por mim e por todas as mulheres, não sou revolucionária, mas não encaro nada bem com a injustiça…
Agora pergunto sinceramente, que temos nós mulheres para sermos tão descriminadas?
Qual é o motivo de ao homem ser dado todo o direito, se por ventura alguma mulher fizer o que os homens fazem é lhe logo apontado o dedo mesmo pelas próprias mulheres…
devemos festejar o dia internacional da mulher….
Porque serve para alertar que não nos conformamos, e nem sequer devem esquecer e desrespeitar a nossa capacidade de assumir qualquer cargo político, assim como a nossa inteligência não se (compra na dita loja dos trezentos)


Deixem de ver as mulheres como objectos, mas sim como seres humanos…

 

 

 

                                                                                                                              Alzira Macedo

publicado por Alzira Macedo às 13:15

link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sou assim...

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

Um despejar...

Triste amanhecer

Quando cai a noite...

Mulher vulcão

"Melhor Presente"

Momento de reflexão

Momentos...

Folhas em branco

Coração bate forte

Imagem que não é a minha....

Uma brisa vinda de longe

Disfarçada em poeta...

Apenas palavras soltas, s...

Um desabafo solitario

Amor Maduro

Tu, eu e a noite

Quando a tristeza nos inv...

Esperanças sofridas

Saudades matam

...

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...