Quarta-feira, 2 de Dezembro de 2009

Mais um momento...

 

Hoje estou naqueles dias sem sim, sem não, sem saber. Sem dizer….
Sem seja o que for…
Tudo quanto me for dito eu terei replica….
Então optei por o que mais me despertou…
Para muitos anedotas sem jeito…
para outros uma piada…
e para outros nem aquece nem arrefece
Olhem eu sinceramente não sei o que me deu…
Mas sinto necessidade de fugir á rotina tão certinha, tão programadora…
Meu estado de espírito é péssimo…
O que fiz então, li e-mails sem fim que já se armazenavam…  O que peço desculpa pela falta de tempo de os ler a quem mos envia…
Prometi-me hoje, que irei ter mais cuidado com os meus correios electrónicos…

Pois a partilha é imensa e diversíssima…
Mas como tenho sempre tanto para contar e escrever esqueço-me da partilha….
Como não quero, não devo, partilhar o meu sentimento de hoje…
Aqui vai vais uma anedota que no dia de hoje triste para mim me fez sorrir…
Mais um entre tantos….

 

 

Apenas uma anedota...


Sábado, como de costume, levantei-me cedo, coloquei os meus agasalhos, vesti-me silenciosamente, tomei o meu café e até passeei com o cão.
Em seguida, fui até a garagem e engatei o barco de pesca no meu 4x4.
De repente, começou a chover torrencialmente. Havia até neve misturada com a chuva, ventos a mais de 80 km/h.  Liguei o rádio e ouvi que o tempo seria chuvoso durante todo aquele dia.
Voltei imediatamente para casa, silenciosamente tirei minha roupa e deslizei rapidamente para debaixo dos cobertores. Afaguei as costas da minha mulher suavemente e sussurrei: 'O tempo lá fora está terrível'.
Ela, ainda meio adormecida, respondeu:
"Acreditas que o cabrão do meu marido foi pescar com este tempo?"

 

 

 

 

Mulheres tenham cuidado com o que dizem....

Tá porreiro tá fixe, mas o que irão os homens de nós prensar!!!
O mesmo que pensamos deles ahahahah

Alzira Macedo

 

sinto-me: como a guitarra"toca baixinho"
musica: hoje tou fora da musica
publicado por Alzira Macedo às 21:50

link do post | favorito
De Fisga a 3 de Dezembro de 2009 às 19:27
Olá amiga Alzira. Olha! acredites ou não, são 19, 16h. ainda hoje ninguém me tinha visto rir, estou naqueles dias em que só apetecia desaparecer sem prazo para aparecer. E não me perguntes porquê. mas ao ler, o teu poste, eu que gramo ás carradas, anedotas, acabo de ler a ultima frase, e dei uma gargalhada, que se ouviu pela casa toda. É, isto não é uma anedota, é sim uma história igual a tantas outras, o cenário em e os modos em que a história se desenrola é que é diferente, e foi o que me fez rir de boa vontade. obrigado, és demais. beijinho e parabéns.
De Alzira Macedo a 7 de Dezembro de 2009 às 12:52
Olá amigo Eduardo...
Fico feliz por te conseguir fazer rir no dia em que não te sentes muito animado...
Sabes eu sinceramente tambem não é dos tempos mais favoraveis...
Mas temos mesmo de nos esforçar-mos para sair desta tristeza e deste abismo....
Espero sinceramente que consigas dar a volta por cima... E já sabes se precisares de um emporraozito cá estou eu amigo....
Beijocas
De Fisga a 10 de Dezembro de 2009 às 19:34
Olá Alzira. És uma amiga de peso. muito obrigado pelo teu apoio, és adorável, tu talvez não penses, mas já me ajudaste muito, sem o saberes. Por x uma palavra amiga, vale mais que o melhor médico. Mais uma x obrigado por tudo. Um beijinho deste amigo, do peito. Eduardo. P. S. hoje estou bem melhor, tenho dias melhores e piores, hoje é um dos melhores.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Visitantes


jeux de casino internet

Sou assim...

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

Um despejar...

Triste amanhecer

Quando cai a noite...

Mulher vulcão

"Melhor Presente"

Momento de reflexão

Momentos...

Folhas em branco

Coração bate forte

Imagem que não é a minha....

Uma brisa vinda de longe

Disfarçada em poeta...

Apenas palavras soltas, s...

Um desabafo solitario

Amor Maduro

Tu, eu e a noite

Quando a tristeza nos inv...

Esperanças sofridas

Saudades matam

...

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...