Sexta-feira, 2 de Abril de 2010

Abri a janela...

 

 

Janela da vida



Debrucei-me na janela da vida,
Observei momentos vividos
Paro, reflicto…
O que vivi, o que deixei por viver
O que vivo…
O que ainda tenho para viver…
Rica de vivencias,  
concordo…
Mas rica de desventuras
de desperdícios,
de vivencias enganosas…
Sempre com um sorriso
ou com uma lágrima
sou o espelho de mim…
Da verdade,  
feita por mim própria
Analiso…
concordo com Pessoa,  
quando diz que poeta é fingidor
Pela forma de fazer encantar,
sem o sentir…
Não é mera ilusão…
Mas sim, desabafo da alma,
do que pretende atingir
sem conseguir…
então sonha-se em palavras
em miragens…
Alguém se entende, se reconhece…
Vive,
sonha com essa magia
Quem escreve, vive o presente..
O momento…
Mas nunca uma realidade…
Vivemos num mundo de frieza,
de fingimentos…
Até no do próprio sonhar··
Só assim conseguimos nossa meta alcançar.
Essa de fazer sonhar
 
 
Alzira Macedo
 
 
musica: Sou louca por ti...
sinto-me: Verdadeira
publicado por Alzira Macedo às 22:17

link do post | favorito
De Jose Larques a 4 de Abril de 2010 às 19:30
Parabens Amiga, mais uma vez puseste o coração a falar .... e quando assim é dá nisto, mais um excelente poema...é com agrado que "navego" no teu imenço oceano de seriadade,que extravaza para o exterior e me deixa tambem de coração cheio!.. isto é contagiante e a grandeza do ser humano,reflete-se na riqueza das palavras e das obras...nunca desanimas porque apesar de tudo a vida é bela.
De Alzira Macedo a 6 de Abril de 2010 às 00:16
Olá José Marques…

Amigo de longa data, mesmo nem sempre te tendo nos comentários…
Sei que me apoias, que sabes o que sinto e como escrevo..
Foste dos primeiros a entender minha forma de escrever…
Foste das pessoas que mais tentaste e continua a tentar na divulgação da minha poesia…
Obrigado amigo pela tua sempre ajuda e dedicação.
Fico feliz te sabendo navegar neste mar de emoções e de poesia…
Se toda a doença fosse contagiante como o de amar sem medidas, sem pedidos, sem contingências…
Acredita que seria a pessoa mais feliz acima desta terra…
Infelizmente encontramo-nos num mundo onde o amor está em segundo ou terceiro plano…
Tudo o resto passa á frente… como esta vida é frustrante…
Felizmente ainda existem pessoas que acreditam no amor e no ser humano…
sou e serei uma eterna apaixonada pela vida, enquanto existir um sopro de esperança…
Não desanimarei, enquanto houver amigos como tu…
beijo e até sempre…
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sou assim...

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

Um despejar...

Triste amanhecer

Quando cai a noite...

Mulher vulcão

"Melhor Presente"

Momento de reflexão

Momentos...

Folhas em branco

Coração bate forte

Imagem que não é a minha....

Uma brisa vinda de longe

Disfarçada em poeta...

Apenas palavras soltas, s...

Um desabafo solitario

Amor Maduro

Tu, eu e a noite

Quando a tristeza nos inv...

Esperanças sofridas

Saudades matam

...

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...