Terça-feira, 1 de Outubro de 2013

Uma brisa vinda de longe


 
 
 
Quando o carinho é grande mesmo de longe sentimos o cheirinho de uma amizade de verdade. Eu amo você - Recados e Imagens para orkut, facebook, tumblr e hi5



publicado por Alzira Macedo às 15:47

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Disfarçada em poeta...

 

 

 



Disfarçadamente escrevi


Folha em branco peguei….
Em folha branca li, ou imaginei
já não sei…
Escrevi sem tinta, sem linhas
ouso dizer que escrevi, sem saber o que dizer
o importante é que consigo descrever-te,
Com tinteiro transparente
és o desenho da minha mente
escreve poeta
escreve…
Deixa linhas em branco
mas nunca deixes de escrever
leva ao mundo o teu ser
ou o deles…
Nas asas do pensamento
empurrado pelo vento, sem perder norte
Desejando aos navegantes do sonho
boa sorte
na conquista
na partilha
no aprender
e no dizer
essencialmente no sentir
veia poética não é escrever
é fazer-te sonhar e nunca acordar
deixar o amor no ar
semente pura, para semear
recolher e desfrutar
deixando o tempo suficiente para amar




Alzira Macedo


publicado por Alzira Macedo às 00:46

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 28 de Setembro de 2013

Apenas palavras soltas, sonhando no sonho

 

 




Adeus

Forte dura e marcante esta palavra
Recordações, que fazem sofrer
atropelam-se como cascatas
Os momentos de tristeza,
Que nos fizeram parar no tempo e implorar
o sol para sorrir,
Nos momentos mais obscuros onde o dia parecia noite…
Relembrando a luz das velas ardentes
Que nos aqueceram, noites frias e as madrugadas de amor
que agora,
 Ficam esquecidas no tempo
percorro, os caminhos vivenciados
partilhados de solidão
tendo por companheiro o sorriso
Estampado no rosto,
Como um desenho feito
o olhar triste e brilhante como as estrelas
não demonstrando que o brilho eram lagrimas
São tantos momentos, aos quais quero dizer
Adeus…
Nascer num novo dia, 
Insistir em viver feliz
Sorrir para ti
para mim
para o mundo
És história com fim
dando inicio á minha liberdade
de pensar e expressar
o que pretendo viver
e o desejo de ser
Adeus
vida anterior
que me fizeste ser o que não era
sentir o que não sentia
Hoje.
 Grito…
O meu novo eu
libertando-me timidamente das amarras
dando a mão ao meu novo renascer

 

 

 

Alzira Macedo

28 de Agosto 2011

publicado por Alzira Macedo às 23:49

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 16 de Julho de 2013

Um desabafo solitario



Domínio


Todas as direcções ou rumos que se toma
existe pressão
Angustia
aperto no coração
multidões vindo do nada
conseguem baralhar todo caminhar
é…
Porque erraste
porque vais rápido demais
porque demoraste
porque não paraste para pensar
porque
porque
porque
e mais
porque…
Amarras, te fazem sentir
fazem,  de ti duvidar
fazem-te vacilar
o tempo passa
um dia …
paras
olhas
e nada vez
solitário
caminhas á busca do teu ser
sem nada entender
deixas  de existir
somente porque alguém
conseguiu dominar
teus passos
tuas vontades
teus sorrisos
mesmo tuas lagrimas
esse alguém que veio do nada
e nada é
apenas
um igual a ti
que tanto quer
e nada consegue
deixando-se acorrentar
por valores desperdiçados
os de outrem
e não os
que sente
os que tanto deseja
os que tem…

 

Alzira Macedo

 

publicado por Alzira Macedo às 14:47

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 13 de Março de 2013

Amor Maduro


O amor é silencioso,
calmo e seguro de si.
As verdadeiras carícias estão no olhar,
nos pensamentos nas palavras,
pois são elas que alimentam as nossas vidas.
O verdadeiro amor sabe respeitar o coração amado,
mesmo que chore com a distância e uma possível separação,
mesmo quando os corpos nunca estiveram juntos,
é um amor que traz paz a tanta dor causada pela distância....
É o amor que encurta a distância.
é um amor que quer e fica..
Assim o sintam...
Assim o queiram...


Alzira Macedo

musica: Te amo / Karla Bruna
publicado por Alzira Macedo às 00:59

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 12 de Março de 2013

Tu, eu e a noite


 O segredo da noite

Sussurro á lua
 com minha alma seminua
despejada de todas as preocupações
Só tu
só eu
só nós existe
Abro os olhos e neste instante não sou nada
somente corpo adormecido
alma viajante
almejando a semente do teu amor
das noites magicas sem pudor
Tuas mãos fortes fazem-me estremecer
quando por meu corpo passam
Não deixando rasto de segredo
desse nosso querer
Sussurro á lua
o nosso amar
Desvendei,  ao mais intimo
sem pudor
a nossa entrega
e o ficarmos um,
 enquanto a noite chegava ao seu fim
o amanhecer fazia-se sem música,
sem versos
apenas o ritmo do nosso coração
acelerado pela êxtase da entrega total
como se não ouve-se  amanha
Sussurrei á Lua
o brilho do nosso olhar
entrelaçado imaginando os nossos corpos
unidos pela força do nosso querer
o beijo que fez por breves instantes
O sol nascer em mim
ao acordar
sorri por breves segundos
Por alguns instantes dispo-me do sofrimento.
Sussurrei á lua
Longe de ti
com a tua recordação
Eu fui feliz.




                                                                                                                                     
                                                                                                                                      Alzira Macedo

musica: Gracias por existir "Axel"
publicado por Alzira Macedo às 16:18

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 26 de Novembro de 2012

Quando a tristeza nos invade…

 

 

Tenho meus olhos cobertos de lágrimas, ansiosas por partirem  
Tenho pensamentos em minha mente, ansiosos por saírem  
Tenho desculpas pendentes no meu existir  
Tenho palavras que por mais que tente nunca irão s...
air Terei culpa, serei o culpado, por procurar a tristeza?
Não, não serei culpado, por lutar para manter a chama acesso  
Não serei culpado, por ser apenas quem eu sou  
Não sou falso, tudo o que tenho e faço é tudo o que te dou Porque duvidam?
Terei de mudar para ser visto positivamente  
Terei de ser quem eu não sou e agir de um modo diferente  
Para muitos sou perfeito, eleito, um amigo, e mesmo namorado  
Para outros sou falso, imaturo, fraco ou até desinteressado
São precisos vários momentos para poder me conhecer  
Mais alguns para perdoar, e uma vida para evitar sofrer  
Não sou quem a primeira imagem por vezes aparenta  
Sou quem eu sou, não a imagem que outra pessoa ostenta
Faço tudo por quem merece, e são esses que mais me magoam  
Com discursos, de quem pensa saber tudo, simplesmente enjoam  
Gostava de por vezes conseguir e poder perdoar  
Mas o que me garante, que não vais voltar novamente a errar?
Prova-me, mostra-me que me conheces e que te preocupa  
Que o sentimento de me perder para um sempre te assusta  
A mim assusta muito, sobretudo pensar que possa ser culpado  
Num crime que não cometi, mas pelo qual acabo sendo julgado
Dizem que a tristeza, traz um culminar de maus momentos  
É verdade, vai-se a passividade de pensar por certos tempos  
Vai-se a calma, a ponderação, e apenas fica a vontade de chorar  
Quando erramos e não pensamos como é assim ficar
Sou um caçador de sentimentos, não detesto a tristeza  
Detesto sim ficar triste sem aproveitar sua beleza  
É verdade, há que pensar positivo na tristeza que me envolve  
Ou não conseguiria escrever tanto sobre a tristeza que me cobre

 

 


(texto de autor desconhecido)
"Tendo um pouco de todos nós"

 

 

 

sinto-me:
publicado por Alzira Macedo às 08:30

link do post | comentar | favorito
Sábado, 29 de Setembro de 2012

Esperanças sofridas

 

 

 

 

Quantos sonhos sofridos,
quantas vidas entristecidas
tenho como testemunha a esperança
de ver um dia nascer a alegria de viver
quantas belezas sonhamos sem as realizar desperdiçadas…  
porque é difícil encontrar,
 é vergonhoso as viver
somente nos sonhos,
porque ninguém as vê
desperdiçar os melhores momentos da vida
é ganhar a esperança sofrida
quantas noites de tristeza
onde se procura a felicidade
quantas palavras de amor que se quer ouvir e não existe quem as diga,
porque não sabe porque não quer
quantas palavras desmerecidas,
quantos desejos escondidos reflectem no nosso testemunhar
por não saber amar,
conseguimos censurar como somos tristes nos sonhos perdidos
consolamos uma alma sofrida
sem saber amar nossa própria vida
não posso ficar calada ao mundo sem perdão
Ao mundo com traição
nas palavras que vos digo, sei que tenho razão
não posso deixar de alertar vosso coração
libertem-se de preconceitos
viver o dia de hoje com sabedoria porque amanha …
já tarde seria.

 

 

 

 

 

Alzira Macedo
Publicado em recanto das letras em 05/09/2008 

 

sinto-me:
musica: http://xat.com/Radio_Geracoes
publicado por Alzira Macedo às 21:51

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 9 de Setembro de 2012

Saudades matam




O atravessar

Ao longo do tempo que me ausentei de vós,
a saudade tomou posses....
Hoje aqui estou para novamente tentar voltar,
tentar encontrar aquela veia que tanto senti e que de mim foi fugindo...
Essa de escrever,
essa de partilhar,
essa de sorrir...
Por isso e muito mais tomei a decisão de voltar....
De poder contigo voltar a estar,
de sorrir novamente
de partilhar loucuras e desabafos com toda a gente
Onde estarão voçes?
em novos mares navegando?
ou á espera dos que partiram sem nada dizer
como eu!!!
e que saudades deste mundo sentiu...
Vem...
Dá-me a mão de novo
mostra-me o caminho do bem estar
faz-me atravessar a ponte
Para que minha saida das trevas, consiga desfrutar
e sentir como é bom
de novo cá estar....


                                                                                                                                                


                                                                                                                                               Alzira Macedo






publicado por Alzira Macedo às 18:55

link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Domingo, 22 de Janeiro de 2012

...



Aqui partilho uma das musicas que eu gosto muito de ouvir...
E hoje não fugi á regra...
Ao ouvir pensei em partilhar convosco espero que gostem..
Bjs e um excelente domingo...

publicado por Alzira Macedo às 10:28

link do post | comentar | favorito

Visitantes


jeux de casino internet

Sou assim...

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

Um despejar...

Triste amanhecer

Quando cai a noite...

Mulher vulcão

"Melhor Presente"

Momento de reflexão

Momentos...

Folhas em branco

Coração bate forte

Imagem que não é a minha....

Uma brisa vinda de longe

Disfarçada em poeta...

Apenas palavras soltas, s...

Um desabafo solitario

Amor Maduro

Tu, eu e a noite

Quando a tristeza nos inv...

Esperanças sofridas

Saudades matam

...

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...