Quarta-feira, 18 de Agosto de 2010

Onde estiveres, estarei contigo

 

 

Vou partir…

Com um olhar triste e húmido
 pela lágrima que teima cair
 e eu querendo-a reprimir…
Nunca te mostrei o meu verdadeiro sofrimento
até porque sempre me deste o melhor de ti
sempre recebi protecção e consolo
Não estive á altura dos nossos encontros
dos nossos desejos
das nossas vontades
de repente meu desejo se tornou sofrimento
meu riso, lágrima escondida
nosso amor,  amante solitário
nosso olhar, esguio e mirando o horizonte
promessas foram proferidas
até mesmo sentidas
sabendo que o tempo é nosso inimigo
Esteja onde estiver,  tu estarás comigo
Mesmo que se torne recordação
serás o consolo do meu coração
serás a minha imaginação
para que não me perca no tempo de espera
para que me acalentes  os momentos de tristeza e solidão
Quanta vontade tenho de te dizer o quanto te amo
Mas temo que não me entendas,
Já não se encantarão meus olhos olhando os teus
já não adoçarei minha boca junto á tua
Levarei o teu olhar junto ao meu
Feliz dos teus braços saio
triste permaneço
porque não sei
para onde vou e quando voltarei
 
 
 
Alzira macedo



musica: quando tu não estás
publicado por Alzira Macedo às 01:45

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Domingo, 9 de Maio de 2010

Um Devaneio...

 

 

 
 

Mera ilusão ou não…

 

Sou a que nasceu para a vida
para remar contra todas as marés
Repor todo o equilíbrio no mundo
este de nascer, viver
e repartir, sem deixar rastos
Sou companheira do sonho,
amante da ilusão
madrasta das estrelas
gémea da lua
boémia no meu pensar
sou o arco-íris do sorriso
sou sombra do sol
fogo na chuva
sou contraditória da história
sou o que mostro e o que não vês
sou as ondas do mar
que vem beijar teus pés
sou vento passageiro
sou lágrima contida
sou gemido proferido
no momento de amar
sou semente num campo de lírios
sou rouxinol em meu cantar
sou a névoa da madrugada
e filha da aurora
sou devaneio
vestida de mulher
despida de todo preconceito
quando escrevo não sou eu
até sou
simplesmente eu
a que nasceu para a vida
e não, quem conheces
sou sonhada por alguém
e encontrada por ninguém

 

 

 

 

sinto-me: A Devanear
publicado por Alzira Macedo às 20:42

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sábado, 1 de Maio de 2010

momentos sentidos

 


Senti, sinto e sentirei...


Senti solidão
pela falta de ti ...
Mesmo tu estando presente
senti ciúme...
Ppelo teu excesso,
sinto saudade de ti!
Quando estás longe...
Sinto felicidade,  quando te tenho
Nunca me irei esquecer ...
Da forma que me fazes viver feliz...
Triste e amargurada
nas horas vazias da madrugada...
Horas repletas de suspiros
quando de mim,
consegues extorquir todo o prazer...
liberdade de ser quem sou
Dás asas á minha imaginação,
quando me acompanhas
retiras-me todo o prazer da vida,
quando te distancias…
vivo no vai e vem desta vida infernal
do dar, do doar e não receber
No pouco que das sou feliz….
Agora...
No recreio da vida, me reencontro sozinha...
Nos pensamentos…
No tanto querer…
No reprimir…
Sinto ter de vivenciar esse amor...
 Que não replete,
 não conquista, não satisfaz…
Apenas os poucos minutos de partilha que temos...
Embriagada do passado,
dos momentos mais ardentes…
Recordo momentos vividos exagerados…
Que ...
Já não são partilhados…
onde vais, para onde te viras,
não te encontro, nada de ti sei…
Procuro-te num lindo por de sol,
na maré que desce
deixamdo todos os beijos descobertos...
Os que demos e os que perdemos...
Num momento angustiante como este…
Descrevo um passado vivido...
Um presente sentido...
Um futuro desejado
Assim...
È meu, teu percurso de vida…
Alzira Macedo


sinto-me: no meu percurso
musica: ò lua...
publicado por Alzira Macedo às 23:01

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009

Sinto-te melancolia...

 

 Sinto-te assim…

Com teu rosto bem delineado
traços marcantes pelo desejo de viver
pelos sonhos que perdeste
tornaste-te melancolia…
Transpareces ser amante da solidão
deixando trechos sentidos em teu coração
Se te chamas, melancolia…
encosta, tua alma á minha
não me fales da tua vida…
porque a sinto em cada anoitecer
em cada luar
em cada por de sol
mesmo no nevar
nesses dias frios
onde a solidão se instala e me diz baixinho
vim para ficar.
Amanha talvez,
 tudo pode acontecer…
 não importa onde…
o importante é que aconteça
Se o amor
verdadeiro não existe…
Se o amor, se torna um habito
então diz …
porque existo eu
que te quero viver
quero-te conhecer
Não quero ser apenas passageira,
sem desfrutar desse fruto
que foi pecado
hoje por mim e por ti desejado…
Mesmo que tenha de inventar esse amor
nas minhas poesias
nos meus sonhos e fantasias
como o pintor dá cor á vida
Eu darei o verdadeiro sentimento ao amor
saberei encontrar o segredo
esse segredo que é só nosso
a partilha do tanto querer
VIVER…

 

 

Alzira Macedo
E seu humilde poetar
 

 

sinto-me: partilhando momentos poeticos
musica: GRAZY - SEAL
publicado por Alzira Macedo às 21:47

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quinta-feira, 5 de Novembro de 2009

AMOR...

 

 

 

 

O que é o AMOR?

Fala-se do amor das mais diversas formas:
Amor físico, amor platónico, (Relativo à escola e filosofia de Platão.)
Amor materno, amor a Deus, amor á vida.
É o tipo de amor que tem relação com o carácter da própria pessoa e a motiva a amar (no sentido de querer bem e agir em prol.)
È de lamentar quando se escondem para dizer (Eu te amo)

Palavras belas e simples repletas de bondade de bem querer, e são esmagadas pela mente da nossa sociedade, porque associam o amor a algo sujo, algo que se tenha de esconder…
Por educação, por desconhecimento, ou por falta de amor…·
(È que esta palavra se pronuncia cada vez menos)

O quero fazer amor (que se ouve cada vez mais) não é igual a AMOR

Já John Lennon dizia:
( "Acredito em tudo aquilo que Jesus disse - amor, bondade, caridade - mas não acredito naquilo que os homens dizem que ele disse.")

("Se o homem buscasse a conhecer-se a si mesmo primeiramente, metade dos problemas do mundo estariam resolvidos.")

As muitas dificuldades que essa diversidade de termos oferece, em conjunto à suposta unidade de significado, ocorrem não só nos idiomas modernos, mas também no grego e no latim.
O grego possui outras palavras para amor, cada qual denotando um sentido específico.

No latim encontramos amor, dilectio, charitas, bem como Eros, (Deus do amor) quando se refere ao amor personificado numa deidade. (latim… Ser divino. = divindade)

 Amar também tem o sentido de gostar muito, sendo assim possível amar qualquer ser vivo ou objecto…

Infelizmente nos tempos que correm, as pessoas amam mais os objectos do que o ser vivo…
hummm... Fiquei pensativa e tu?...

Momento para se reflectir no que é o AMOR…

 

PS: Leiam os comentarios estão muito interessantes, obrigados amigos pela vossa dedicação e ajuda neste tema..

 

 

 

 Alzira Macedo

sinto-me: com amor
musica: È o amor...
publicado por Alzira Macedo às 15:34

link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

Necessito... quero sonhar...

 

PARA ESQUECER O ABANDONO

 

 
 
 
 
"Os que sonham de dia têm conhecimento de muitas coisas que escapam aos que sonham de noite."
 
 
 
 
 
 
 
Sonhar faz bem á alma.
Faz bem aõ coração.
Faz com que as tristezas
desapareçam por minutos
Faz com que não sintamos a solidão
O ABANDONO
Esse terrivel sentimento que está cada vez mais presente
Seja na raça animal
que infelizmente nao tem oportunidades
a nao ser mendigar pelas ruas, serem sujeitos a maus tratos
morrerem á fome, á sede
Já que amor nao sentem
Pois foram ABANDONADOS
(ASSIM COMO NÓS SERES HUMANOS)
que fomos amados, respeitados, acarinhados
Nos sentimos melhor do que ninguem
Até ao dia em que fomos trocados por outra (o)
Todo o nosso valor se evaporou
Nosso paraiso ruiu
mosso olhar perdeu o brilho,
nosso sorriso tournou-se um esboço de amargura e desgosto
toda nossa felicidade
em que os dias eram lindos e maravilhosos
tornou-se no outono, em nosso proprio coração
já sentiram essa dor?
È horrivel eu sei...
SONHAR É...
MUITAS VEZES TER
apenas uma cabana ao
pé de uma montanha
 em frente a um jardim de
girassóis e margaridas.
Sonhar com a ideia de que um dia
tudo poderá ser muito melhor.
Até mesmo se deixar beijar pelo sol!
Afinal, em sonho tudo é possível ...
e permitido.
Sonhando podemos tornar uma realidade
essa de nao abandonar quem amamos
ou quem fez parte da nossa vida




"Nunca deixes quem amas por quem desejas,
um dia quem te desejou, te deixará por quem ama"
 
 
 
 
 
 
 
 
FOTOS RETIRADAS DA NET
AUTOR ALZIRA MACEDO
 
 
sinto-me: CONSTRANGIDA
musica: ABANDONADA
publicado por Alzira Macedo às 10:04

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

Poema retirado do livro (Longe da vista, nunca do coração) Alzira Macedo

 Livres para amar

Livres para amar...

 

Infatigável é a voz do coração...

Deixando o pensamento voar

e ser livre para amar.

Não amar porque é proibido,

tudo isto não tem sentido!!!

Simplesmente dizes e pensas o que te vai na mente,

Será o desejo de muita gente.

Coração deixa ver o quanto fazes sofrer!!!

Pensamento livre para amar,

As circunstâncias da vida é que te fazem parar.

Insaciável é tua sede de viver,

Poder ser livre

de amar sem a ninguém pertencer.

Á tua volta sentes opressão!!!

Desces desse sonho porque te chama a razão.

Bom seria deixar teus sentimentos flutuar,

Sem preconceitos

e teus sentimentos partilhar.

Nem tudo que está ao alcance do coração!!!

Podes viver porque tens o recuso da razão.

Então...

procura, tenta, ousa, inventa, arrisca e realiza.

Nunca deixes de sonhar!!!

Um dia podes alcançar um tempo...

somente para amar.

.

 

publicado por Alzira Macedo às 13:18

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sou assim...

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

Onde estiveres, estarei c...

Um Devaneio...

momentos sentidos

Sinto-te melancolia...

AMOR...

Necessito... quero sonhar...

Poema retirado do livro (...

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...