Quarta-feira, 5 de Março de 2014

"Melhor Presente"

 

 






Sem querer apareceste...
Não te esperava!!
Não esperava reencontrar o que há muito havia perdido...
Trouxeste-me de volta o brilho no olhar...
O sorriso nos lábios...
Mas também o medo de me machucar.
Não te culpo por trazeres de volta um sentimento
Que eu havia prometido apagar de mim.
Mas culpo-te por fazeres desse sentimento o melhor que eu já senti...
De um jeito muito especial
Fizeste-me acreditar de novo que o Amor pode ser verdade...
Nunca amei...
Não sei bem o que essa palavra significa para mim...
Mas o importante agora é que sinto por ti algo que nunca senti.
Não te prometo a perfeição, pois isso eu não tenho...
Mas prometo o meu melhor desempenho!
És alguém mais do que especial para mim!
És alguém diferente...
Assim como eu sou...
És um desafio para mim!!
E sem que eu percebesse
Escreveste o teu nome no meu coração e aqui o deixaste.
És uma das melhores coisas que na minha Vida aconteceu...
Tu não és um brinde... mas sim um presente...
Um presente que Deus me deu!

(Henriques Samuel)




Quando nossa imaginação anda em construção ou mais parada, não podemos passar ao lado de belos textos...
Li, gostei e agora convosco partilhei...


publicado por Alzira Macedo às 09:48

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 15 de Outubro de 2013

Momento de reflexão

 

Li e senti vontade de partilhar...

Um bom exemplo para pensar... Existe um ditado dos indígenas americanos que diz:

" Só andando com os sapatos dos outros é que poderiamos saber como é a vida de alguem "
(acho que cabe bem neste poste de hoje)

Aqui vos deixo um filme que vale a pena ser visto, para refletirmos e valorizarmos o que temos, que é mais do que acreditamos ter...
O filme fala por si, não precisa saber inglês... Tem a coragem de o ver até ao fim e partilha

(Cuidado com o que pede ao universo, pode obter e não gostar do resultado)


 




publicado por Alzira Macedo às 12:09

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Segunda-feira, 14 de Outubro de 2013

Momentos...

 

 

 




Momentos presentes

Há momentos que o corpo adormece,
a mente sente alerta…
O coração bate fraco…
Pelo vivido, pelo sucedido…
Pelo passado que não queremos recordar,
quanto mais falar…
Há uma busca do devaneio intenso do desejo,
do querer, do obter sem temer dizer ou querer,
esse que é alimento de cada ser…
De cada alma angustiada pelo ardor da sensibilidade,
do arrepiar da pele…
A boca que reprime cada desejo,
cada momento de prazer…
Engole cada arrepio, cada momento vivido dentro de si…
Sensações reais…
Loucas de prazer, pela vida, pelo amor apetecido…
Esse que é desejado, mas sempre descriminado…
Como também nunca vivido, apenas nos sonhos, nas imaginações…
E nas recordações…
Restam lembranças de tempos de outrora…
Brisa que passa e deixa rastos de saudade, como um vendaval…
Deixando bem claro o desejo despertar,
do adormecer no verdadeiro amar como um corpo inerte…
Que apenas reclama ardor…
vivencia e sentido de amor
Essas sensações que nunca cessam, de reclamar,
o quanto estamos vivos no corpo e na alma…
De sentir o corpo arrepiar,
o coração acelerar, o desejo de amar, agora…
A vontade de querer sempre cada vez mais, o amor…
Fazer dele o…
Sempre presente…




 Alzira Macedo
Escrito em
06/01/2010

 

 

 

 

publicado por Alzira Macedo às 09:05

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sábado, 29 de Setembro de 2012

Esperanças sofridas

 

 

 

 

Quantos sonhos sofridos,
quantas vidas entristecidas
tenho como testemunha a esperança
de ver um dia nascer a alegria de viver
quantas belezas sonhamos sem as realizar desperdiçadas…  
porque é difícil encontrar,
 é vergonhoso as viver
somente nos sonhos,
porque ninguém as vê
desperdiçar os melhores momentos da vida
é ganhar a esperança sofrida
quantas noites de tristeza
onde se procura a felicidade
quantas palavras de amor que se quer ouvir e não existe quem as diga,
porque não sabe porque não quer
quantas palavras desmerecidas,
quantos desejos escondidos reflectem no nosso testemunhar
por não saber amar,
conseguimos censurar como somos tristes nos sonhos perdidos
consolamos uma alma sofrida
sem saber amar nossa própria vida
não posso ficar calada ao mundo sem perdão
Ao mundo com traição
nas palavras que vos digo, sei que tenho razão
não posso deixar de alertar vosso coração
libertem-se de preconceitos
viver o dia de hoje com sabedoria porque amanha …
já tarde seria.

 

 

 

 

 

Alzira Macedo
Publicado em recanto das letras em 05/09/2008 

 

sinto-me:
musica: http://xat.com/Radio_Geracoes
publicado por Alzira Macedo às 21:51

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 16 de Janeiro de 2010

Descobri-me...

 

 



Descobri-me…


Orgulho-me, de tudo o que na vida fiz.
De nada fujo, de nada me escondo…
Mas pensando bem!..
Nesta noite linda, coberta pelo mau tempo que se apresenta,
não deixa de ter sua magia, seu encanto.
Ainda consegui observar as estrelas lindas… Cintilantes…
Libertas, felizes, descomplexadas, fazendo amor abertamente com o universo.
Iluminavam meu rosto, sorrindo para elas.
A brisa suave me balançava os cabelos no rosto.
Senti frio, arrepiei-me, não me escondi.
Não me agasalhei.
Deixei-me conquistar pela magia da noite.
Parei, olhei e disse “como é belo este viver”
que mais posso eu desejar?
Se tudo quanto me faz feliz, está perto de mim…
Nas ruas iluminadas pela lua, me perdi
Simplesmente conduzi, sem destino, sem paragem.
 Quando olhei para trás estava sorridente…
Feliz, contente…
Descobri um novo eu…
uma nova vida…
uma nova esperança…
um novo destino…
“o meu”
“o teu”
“O Nosso”
Sozinha, e simplesmente eu…
perdida na madrugada, nos pensamentos,
na ousadia de sair da rotina.
 Liberada de todas estas amarras,
que sempre acorrentei ou deixei acorrentar.
De todos estes pensamentos egocêntricos,
os da razão e os do coração.
Desde sempre me procurei!
e nunca me tinha encontrado
Hoje sou eu…
Amanha não sei…
Não é mera ilusão…
è simplesmente, um novo descobrir.
Um novo sentir…
Uma nova vontade…
De ser eu de verdade
Se é destino ou não…
não sei…
Apenas sei que quero ser o que sempre sonhei,
o que sempre desejei.
Vou realizar…
vou conquistar…
vou partir deste manto que não é meu,
apenas me foi dado, por incoerência do desconhecido.
Desconectado de toda a realidade,
do que sou e quero ser…
Hoje,
 agora quero viver, este meu lindo amanhecer.
Que é, “renascer”

 

 

 

 

Na busca de mim
Alzira Macedo

 

 

 

 

sinto-me: me procurando
musica: "Carrusso"
publicado por Alzira Macedo às 21:41

link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
Sexta-feira, 13 de Novembro de 2009

Hino á amizade virtual...

 

 

 

 

Amizade igual a cumplicidade

 

Cumplicidade é o que sinto
com vossa presença
é amizade transformada em amor
sem troca de olhares
apenas conexão de almas
palavras substituindo beijos
 que voam directos ao coração
e não é ilusão…
Nossas escritas são maravilhosas canções
onde todos os males desaparecem
onde a melodia nos embala dia adia
os corpos não se tocam
mas entrelaçasse-se as partilhas de vida
como é bom viver esta magia
a base da amizade é
o amor puro e simples
sem rancor nem egoísmo
vossa amizade é meu hino
uma certeza nascida
de que estais de braços abertos
percorreis meus escritos, minhas poesias
bebeis a minha dor, minhas aflições,
satisfazei-vos com meus sorrisos
minha felicidade
como é bela esta nossa cumplicidade

 

 

Obrigados a todos pela vossa presença e partilha
pelo vosso carinho e dedicação
 

ALZIRA MACEDO

sinto-me: FELIZ COM OS AMIGOS QUE TENHO
musica: AMIGO ROBERTO CARLOS
publicado por Alzira Macedo às 13:53

link do post | comentar | favorito

Visitantes


jeux de casino internet

Sou assim...

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

"Melhor Presente"

Momento de reflexão

Momentos...

Esperanças sofridas

Descobri-me...

Hino á amizade virtual...

mais comentados

comentarios
comentarios

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...