Sábado, 26 de Julho de 2014

Triste amanhecer

 

 

Tristeza não tem fim


Felicidade sim
derramando rios de lagrimas
Na lembrança desse felicidade que o vento levou
tudo me parece que nem a ilusão do carnaval
começou e na altura de desfrutar
terminou
deixando este sabor margo
cada minuto que passa, muitas são as imagens
que faz reviver o que era
e o que jamais será
o som das palavras magicas sem nota falsa
se fazem ouvir de novo
procurando a mínima falha, para poder perceber
porquê…
Cada dia que termina, a busca contínua
no íntimo de cada recordar
o sonho aparece em cada madrugada
querendo dar continuidade á felicidade
amantes que eramos sem fim nem morte
nascemos e vivemos tantas vezes,
Enquanto acreditamos no amor
dizíamos eternos como a natureza
tentas-te controlar meu coração, minhas palavras
meus atos, até mesmo meu pensar
levemente nossa história começou a vacilar
se amar fosse fácil estaria abraçada ati
jamais ao nascer do dia a escrever
a saudade de ti
a duvida foi a ferramenta fundamental deste desfecho
o medo aprisionou todo o bem-querer
a facilidade fez retrair todos os sonhos e promessas
quase virando á falsidade do teu amar
palavras que fizeram acreditar, viver, sonhar
hoje, volatilizaram…
Deixando a falta de compreensão
e a sádica tristeza no coração
Alzira Macedo
26/07/2014

sinto-me:
musica: Não desistas de mim " Pedro Abrunhosa "
publicado por Alzira Macedo às 06:38

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 2 de Maio de 2010

Um dia especial...

 

 

 

Neste blogue escrevo momentos do meu percurso de vida…
È como se fosse um diário…

Mas o melhor acreditem, guardo para mim (ahahahahaha)
Ai querem saber também?
Seus cuscos…

Ta bem, não sou tão mazinha vou contar mais um momento do meu percurso de vida …

Hoje recebi esta carta….

Minha Mãe

Sei que não tenho todas as palavras certas, mas mesmo assim sei decifrar o que um coração é capaz de sentir…
Agradeço todos os dias por ter tido o privilégio de conhecer esta mulher maravilhosa que Deus enviou ao mundo em forma de luz…
Tu mama…
Agradeço-te por me teres dado a vida…
Por me deixares fazer parte do teu mundo mama.
Agradeço-te pelos mais belos momentos, em que rimos em família…
Mesmo nos momentos difíceis em que nos unimos e nos tornamos mais fortes…
Agradeço ainda o facto de me dares mais dois irmãos…
 E de ter um pai que não existe melhor…
Contigo aprendi a seguir em frente sem ter medo…
Porque tu mãe sempre me ensinaste, que ninguém neste mundo é capaz de nos derrotar.
Compreendi que irás estar sempre comigo, nem que esteja do outro lado do mar, sei que nada afastará o amor que tenho por ti…
Nós as duas, como única filha que sou, te agradeço de todo o meu coração mama…
No meu coração ninguém irá ocupar o teu lugar de mãe.
Sei que sofreste por mim sem reclamar, sem gritar…
Por isso mesmo, quero-te dizer que nunca vi pessoa mais bela e forte como tu mama.
Se fosse o caso de eu morrer, tu darias tua vida por mim, só para me fazeres feliz.
Farias tudo por mim sem te arrepender…

Mãe obrigado por me teres ensinado a ser a pessoa que sou.

AMO-TE MAMA

Confesso que este percurso de vida é dos momentos mais lindos…
Dos momentos, em que as lágrimas correm em meu rosto de felicidade.
Em que melhor prenda,  eu não poderia receber neste dia da Mãe…

Ao chegar a casa do emprego encontrei meus filhos sorridentes…
Tinham posto a mesa no jardim decorada com pétalas de flores,   com brilhantes, com velas  e me esperavam com bolo feito por eles,  decorado com rosa vermelha e a garrafa de champanhe…

Sabendo que amo as flores do campo…
Presentearam-me com o mais belo ramo de flores do campo…

passei uma das mais belas tardes…

Da minha felicidade,  envio um beijo a todas as mães…

Que vosso dia seja repleto de felicidade e de muitos sorrisos…
 

 

Alzira Macedo

sinto-me: Feliz por ser mae
publicado por Alzira Macedo às 21:10

link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Meu Dia

 

 

Quanto tempo fiquei sem escrever, sem dar noticias minhas…
Uns dias, que para mim se tornaram uma vida…
Me parece que estou a sair de um coma…
Quando adormeci estava tudo bem, agora ao acordar
Nada encontro tudo de costas viradas…
Mas que raio se passa na cabeça das pessoas?
Porque são tão lunáticas…
Ainda á poucos dias há sorrisos, abraços, espera…
E de repente não consigo te encontrar, saber de ti, porque partis-te,
Fico perdida nas minhas memorias…
Ainda paro para reflectir se realmente estive assim tanto tempo fora…
Não claro que não… Até porque a net não é minha vida…
Pois bem meus amigos, sabem o quanto adoro escrever, mas também escrever algo que me dei-a prazer…
E não escrever por escrever….
Depois de um longo dia de trabalho e dois filhos esfomeados á minha espera…
Me restam poucas forças para a internet…
Ai como eu sofro… (ahahahaha)
Não fora de brincadeiras…
Deixei de trabalhar a noite sim noite não…
Agora trabalho todos os dias das 8h e por vezes até ás 17h30
È verdade trabalho como gente grande ahahahaha
Mas vamos ao que se segue…
Isto é apenas uma introdução ao que quero escrever a seguir e para que entendam que não me esqueci dos amigos…
Já agora uma beijoca bem fofa,  para os que me esperaram e para os que sempre me visitaram…

 

 

 

 Hoje sai do emprego um pouco mais cedo… 16h45 ena estou a fazer progressos já consigo sair mais cedo …
O dia estava belo, um pouco frescote,  mas brilhante,  um sol tímido aquecia essa tarde…
Olhei de um lado para o outro e sorri…
Quantas pessoas na rua, os trabalhadores de obras metiam-se com qualquer pessoa que passa-se… Sorri e pensei  não podem ver um rabo de saias…
Na hora do almoço quando tinha saído para tomar café aconteceu-me o mesmo…
Mas nessa altura estava fardada…
Ao sair então já ia vestida normalmente…
Ao passar, fui abordada por um deles, respondi sorridente porque os conhecia…
Trabalham á tempos para o mesmo patrão que eu…
Mas o engraçado é que ele não me reconheceu e tentou um flirt…
Gargalhei e disse,  depois dizem que o patrão é mau…
Ainda vos paga para tentar fazer engate…
Olhou estupefacto e disse…
Mas não lhe vais dizer, porque não o conheces…
Parei e disse.. Não?
Olhou para mim, assobiou e disse…
Xiiiiii… Mas que grande diferença da farda para o normal… (Será elogio pensei eu, ou não?)
Demos uma gargalhada e continuei caminho…
Depois senti a vontade de não vir logo para casa…
Não fui pela auto-estrada como sempre faço.
Dirigi em direcção á marginal…
Sentia saudades do meu mar…
Mas que bela paisagem á minha frente…
Vivi cada momento cada segundo…
Vi a felicidade dos namorados que passeavam de mão dada, ou mesmo abraçados…
As crianças com rostos corados que corriam atrás da bola, outros de bicicleta…
Alguns mais idosos passeavam o cão…
Alguns aventureiros sentados nas esplanadas dos cafés…
Não estava frio, mas um pouco de vento, trazia a brisa do mar…
Senti o cheiro entrar nas minhas narinas.
Olhei para o lado, o mar enrolava-se de onda para onda…
Os barcos balançavam de lado para lado…
Como se estivessem a dançar…
Um raio de sol iluminava o mar, dava-lhe uma cor de prata…
As gaivotas sobrevoavam a felicidade existente…
A liberdade delas era encantador…
Adorei ter tomado essa decisão pela beleza que eu estava a admirar…
Percorri  a marginal até o passeio alegre da povoa, lentamente, para que nada me escapasse…
senti-me feliz e não era eu que estava no café, ou passeava o cão, ou estava de mãos dadas, nem mesmo abraçada…
senti uma invasão de felicidade por ver gente feliz…
Como sabe bem observar o que nos rodeia…
E momentos de felicidade como este, acreditem vale a penas presenciar…

 

 

Alzira Macedo

 

 

 

sinto-me:
publicado por Alzira Macedo às 22:31

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Visitantes


jeux de casino internet

Sou assim...

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

Triste amanhecer

Um dia especial...

Meu Dia

mais comentados

comentarios
comentarios

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...