Sexta-feira, 11 de Junho de 2010

Um dia na minha vida....

 

 

 

Dia 10 de Junho…
Dia de comemorações,  dia em que toda a gente veste a pele de festa e nada á para festejar…
Porque na situação que se encontra o nosso país é vergonhoso ainda pensar em festejar o que nossos antepassados conquistaram…
O que resta hoje?
Não vou sequer entrar por aí, até porque o dia começou como outro qualquer…
Nem sequer liguei a TV para ver tal calamidade…
( Os nossos políticos todos sorridentes colocarem coroas de flores)
Para enganarem o zè povinho como sempre…
Meu filho propôs-me um passeio queria ir ao Ikea…
Disse espontaneamente que não…
Mas como minha filha entrou num estagio profissional e tem de se deslocar de 7km para esse tal estagio…
Teria de viajar com o autocarro…
Ela foi para a paragem… poucos minutos depois recebo mensagem…
(Mama não há autocarro como vou para o estagio?)
Respondi volta para casa eu levo-te…
Agora sinceramente e não querendo entrar em politicas é normal isso acontecer?
Será que nosso país para em cada feriado, em cada fim de semana?
Não asseguram os transportes para quem tem de trabalhar?…
Coitados dos doentes que estão hospitalizados que não teriam quem cuidassem deles se não tivessem viaturas próprias…
Isto é apenas um pequeno reparo, porque o resto do país pára então!!!
Mas nada disse e lá fui levar a miúda ao emprego…
Ao conduzir pela marginal da Povoa reparei que varias pessoas já passeavam…
O tempo estava esplêndido enchi-me de energia e no regresso ao chegar a casa disse…
Filhote prepara-te vamos sair…
O rapaz deu um salto da cama sorridente e lá se preparou…
Saímos os dois sem sequer nos preocupar com o dia que era, fizemos desse dia um dia de família…
Almoçamos juntos, cuscamos todas as lojas que quisemos,   gente não faltava…
Ao meio da tarde, a filhota voltou a ligar… (Mama anda-me buscar terminei o trabalho)
Assim o fiz,  aliás fizemos, mas ainda era cedo para regressar a casa…
Então decidimos ir até á praia, estacionei e corremos como loucos pela areia dentro…
Foi divertido, com algumas maluqueiras entre nós que alguns pares ao passar por nós paravam e sorriam….
Foi um dia divertido em família onde o divertimento foi importante, e sem rasto de políticos até porque eles não são a nossa felicidade….
Vou deixar aqui algumas fotos deste nosso bem estar,  tiradas por eles…
Sei que este dia foi importante para meus filhos, mas para mim foi ainda mais…
Pelo sorrir deles, pelas brincadeiras deles, pela felicidade deles…
E acima de tudo por me terem feito tão feliz,  num dia amanhecido como tantos outros…

(A felicidade é construída por estes pequenos momentos)

 

 

São destes momentos que minha vida tem todo o sabor...
Embora este ultimo viva longem esta sempre em meu coração...
Amo-vos filhos sois a razão do meu verdadeiro viver...
Obrigados por fazeres de mim uma mãe babada...



Alzira Macedo

 

 

 

sinto-me:
musica: sou louca por ti
publicado por Alzira Macedo às 00:58

link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
Domingo, 2 de Maio de 2010

Um dia especial...

 

 

 

Neste blogue escrevo momentos do meu percurso de vida…
È como se fosse um diário…

Mas o melhor acreditem, guardo para mim (ahahahahaha)
Ai querem saber também?
Seus cuscos…

Ta bem, não sou tão mazinha vou contar mais um momento do meu percurso de vida …

Hoje recebi esta carta….

Minha Mãe

Sei que não tenho todas as palavras certas, mas mesmo assim sei decifrar o que um coração é capaz de sentir…
Agradeço todos os dias por ter tido o privilégio de conhecer esta mulher maravilhosa que Deus enviou ao mundo em forma de luz…
Tu mama…
Agradeço-te por me teres dado a vida…
Por me deixares fazer parte do teu mundo mama.
Agradeço-te pelos mais belos momentos, em que rimos em família…
Mesmo nos momentos difíceis em que nos unimos e nos tornamos mais fortes…
Agradeço ainda o facto de me dares mais dois irmãos…
 E de ter um pai que não existe melhor…
Contigo aprendi a seguir em frente sem ter medo…
Porque tu mãe sempre me ensinaste, que ninguém neste mundo é capaz de nos derrotar.
Compreendi que irás estar sempre comigo, nem que esteja do outro lado do mar, sei que nada afastará o amor que tenho por ti…
Nós as duas, como única filha que sou, te agradeço de todo o meu coração mama…
No meu coração ninguém irá ocupar o teu lugar de mãe.
Sei que sofreste por mim sem reclamar, sem gritar…
Por isso mesmo, quero-te dizer que nunca vi pessoa mais bela e forte como tu mama.
Se fosse o caso de eu morrer, tu darias tua vida por mim, só para me fazeres feliz.
Farias tudo por mim sem te arrepender…

Mãe obrigado por me teres ensinado a ser a pessoa que sou.

AMO-TE MAMA

Confesso que este percurso de vida é dos momentos mais lindos…
Dos momentos, em que as lágrimas correm em meu rosto de felicidade.
Em que melhor prenda,  eu não poderia receber neste dia da Mãe…

Ao chegar a casa do emprego encontrei meus filhos sorridentes…
Tinham posto a mesa no jardim decorada com pétalas de flores,   com brilhantes, com velas  e me esperavam com bolo feito por eles,  decorado com rosa vermelha e a garrafa de champanhe…

Sabendo que amo as flores do campo…
Presentearam-me com o mais belo ramo de flores do campo…

passei uma das mais belas tardes…

Da minha felicidade,  envio um beijo a todas as mães…

Que vosso dia seja repleto de felicidade e de muitos sorrisos…
 

 

Alzira Macedo

sinto-me: Feliz por ser mae
publicado por Alzira Macedo às 21:10

link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Quarta-feira, 11 de Novembro de 2009

DEJÁ VUE...

 

 

 

UM DEJÁ VUE…

Hoje acordei com dor de cabeça,
Não tinha vontade de me levantar, como se o gosto pela vida tivesse fugido de mim..
Toda aquela euforia e felicidade que sentia, estava silenciada pela tristeza…
Uma dor no peito marcava sua presença…
Viro e reviro não quero pensar em nada…
Apenas vontade de gritar bem alto, para assustar esta dor que teima em ficar…
Mas nada acontece, ela permanece…
Mas porquê, que fiz eu?
Porquê…
E mais uma vez porquê?
Não entendo, não sou ingénua mas não entendo…
Tudo fiz e disse ás claras, nunca menti, sempre disse o que senti…
Foi esse o meu erro?
Porra que tormento…
As lágrimas navegam pelos meus olhos, eu quero-as segurar
quero ser forte, mas não vou conseguir…
Sozinha no escuro do meu quarto na cama vazia chorei…
Deixei correr as lágrimas para o rio do desespero
será assim um alivio?
Não sei…
Sei apenas que aconteceu um dilúvio em meu cérebro…
Tudo me passou á frente…
Toda uma historia de vida… Minha VIDA!!!
Foi um (Dejá vue…)
Queria ser consolada, queria me abraçar á saudade,
queria me agarrar a algo, para não afundar no abismo da tristeza que estava a bom caminho para que isso acontece-se…
Mas onde e aquém? Estava sozinha…
Lembro-me do meu passado, dos momentos menos bons…
Para estranho que pareça quanto mais estás na foça, mais te arrastam para lá… Até em pensamentos…
De repente parou uma passagem em minha memoria…
Uma altura da minha vida, onde tive de lutar muito para sobreviver…
Abatida, mas nunca vencida…
E vi meus filhos…
Que quando me sentiam em baixo, me cantavam a canção dos (boss Ac –Lena a culpa não é tua)
E trocavam Lena por Zira…
Bateu-me uma saudade no meu peito que pensei rebentar…
Levantei-me fui ouvir essa musica (Não sou masoquista)
Mas por vezes, para grandes males, grandes remédios…
Sentei-me em frente ao computador e escrevi o que me vai na alma…
esgota-la para que se arrume uma vez por todas esta dor…
Tremo ao digitar meus pensamentos…
Uma vez foi-me dito por alguém, quando estiveres só e triste escreve…
Verás que te sentes mais aliviada…
È o que tenho feito desde então…
acompanhada pela musica que me serve como uma luva, cá estou eu partilhando com quem me quer ler…

 

 

Desligem a Playliste a baixo do site para ouvirem o viedeo...

 

Não acredites no que vês
segue o teu caminho como és
a culpa não é tua
(Zira Zira) (a culpa não é tua)
não acredites no que vês
segue o teu caminho como és
a culpa não é tua (a culpa não é tua) a culpa não é tua

 

 

Não acredites em tudo o que vês, (Zira)
tu bem tentas mas será que vale a pena
a vida ensinou-te a respeitar as leis da rua
a verdade é nua e crua mas a culpa não é tua
o teu pai nunca foi pai a tua mãe não tá presente
não te deixes enganar porque toda a gente mente
tu sabes bem olhas á volta não vês ninguém
não há amigos nesta vida quem te dá 50 tira 100
quanto mais tentas sair mais aprisionada estás
boa entre pessoas más é tarde pra voltar a trás
acordas a pensar onde foi que erraste
o que fizeste será que tudo não passa dum teste
(Zira Zira)
e tudo o que tu qerias era (Escrever tua poesia)
não te vão parar enquanto conseguires sonhar
olha pro céu, vê o teu futuro na lua
minha amiga, a culpa não é tua

 

 

(Zira)
não acredites no que vês
segue o teu caminho como és
a culpa n é tua
(Zira Zira) (a culpa não é tua)
não acredites no que vês
segue o teu caminho como és
a culpa não é tua (a culpa não é tua) a culpa não é tua

 

 

Quê te passa Zira?
não te deixes abater mantêm-te serena
tens de encontrar uma saida para o teu dilema
tu iluminas qualquer sala quando entras em cena
desde que és pequena , (Zira)
a unica coisa q o teu pai te deu foi a vida
e derrepente estás num beco sem saída
esqece o teu passado o caminho é em frente
não áh duvidas , tu sempre foste diferente
o mais importante pra ti são os teus papels
tu consegues sempre tudo o qê tu qeres
ás vezes o mais fácil é fugir e não olhar pra trás
mas escrever , e procurar, um pouco de paz
e quando passas pelo Cuerpo de Vigo
lembras-te do teu pai e tudo o qê passô contigo
e nesta puta vida yoh, no ya amigos
e tentas esqecer todos os peliglos
não vale a pena, a vida é muito pequena
e na rua é a lei do mais forte q reina
fica sabendo, o teu sorriso é a tua riqueza
o meu conselho: divierte-t princesa

 

 

não acredites no que vês
segue o teu caminho como és
a culpa n é tua
(Zira Zira) (a culpa não é tua)
não acredites no que vês
segue o teu caminho como és
a culpa não é tua (a culpa não é tua) a culpa não é tua

 

 

yoh, aceita-te como és, (Zira) não te escondas
quero perguntar, mas se quiseres não respondas
quantas vezes quiseste chorar, diz-me
quantas vezes quiseste fugir, diz-me, fala
quem te conhece viu-te crescer á beira-mar
tens um sonho que um dia hás-de concretizar
trabalhas pra ti mesma, não dependes de ninguem
não tenhas medo, tudo há-de acabar bem

 

 

não acredites no que vês
segue o teu caminho como és
a culpa não é tua
Zira Zira (a culpa não é tua)
não acredites no que vês
segue o teu caminho como és
a culpa não é tua (a culpa não é tua) a culpa não é tua

 

 

 

 

sinto-me: FOI TUDO DITO
musica: LENA...
publicado por Alzira Macedo às 11:35

link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Sexta-feira, 13 de Março de 2009

a sorrir e chorar...

 

 

 Estive algum tempo ausente da net, por razoes que muitos conhecem (Virus),,,
Como também por outras que desconhecem…
o momento do desabafo chegou…
Como alguns de vocês sabem fui emigrante toda a minha vida…
Regressei ao meu país porque pensei que seria boa altura e poder trazer meus 3 filhos comigo…
Isso também aconteceu, mas por circunstancias politicas e porque nosso país não está á altura de nos dar o apoio necessário…
hoje ao fim de 2 anos e meio de estadia em Portugal, vejo com o coração apertado meu filho mais velho (19 anos)
Com mala feita para emigrar…
Sim, meu filho vai deixar Portugal e partir para França país que o acolhe e lhe dá mais regalias assim como melhor salário (senão ninguém deixaria sua família e seu país…)
Tudo quanto fiz e criei com amor vejo hoje partir…
Sinto revolta, sinto dor incontrolável assim como também já sinto saudade dele…
dia 20 deste mês é a partida, até gora lhe dei força carinho e compreensão, mas o dia está a chegar rápido demais para mim…
vou aproveitar esta pequena semana que me resta com meu filho a meu lado dia e noite…
voltarei logo que possa, pois este meu cantinho é para isto mesmo partilhar alegrias e tristezas…
E como devem calcular este momento é de muita tristeza para uma mãe.
E como não podia ser de outra maneira, me despedi do meu filho da forma que eu melhor me sinto, em poesia…
Este poema  é de uma mãe feliz e ao mesmo tempo triste, para um filho exemplar que quer conseguir algo na via e para isso tem de partir…
Até breve amigos….
Desculpem o desabafo, mas na vida temos de ser sinceros connosco próprios e foi esta a maneira que encontrei poder desabafar sem nada dar a entender ao meu filho…
Irá certamente ler este meu comentário, estará já longe….
Mas muito perto em meu coração….

 

 

 

 

 

Alzira Macedo

A Sorrir e chorar

Sorrio pela lembrança
De quando eras criança
sorrio pela sorte de te ver crescer
Rapaz que ao nascer, me diziam irias morrer
O amor de teus pais venceu
Fizemos os possíveis e impossíveis
para te ver viver, sorrir e crescer
esse milagre aconteceu
Com a fé que de nós nunca desapareceu
foste mimado pelos acontecimentos
hoje és tu, senhor do teu dizer, do teu querer
Teu desenvolver foi por nós admirado
de criança a jovem passaste
amigos e namoros conquistastes
Hoje choro por te ver crescer tão rápido
de nós vais partir, para melhor vida construir
Sorrio de felicidade, porque conseguiste tudo ultrapassar
e tens a força de teus sonhos realizar
choro com coração de mãe
que não te quer deixar ir
mas entendo que sozinho queres conseguir
Não te quero deixar voar
soube-me a pouco tudo quanto contigo vivi
quero mais, muito mais
Sorrio pelas lembranças das noites mal dormidas
dos nossos desentendidos
sabes porquê filho?
Foram momentos marcantes que nos uniram ainda mais
por este amor, incondicional que sinto e dor que em mim mora
sei e entendo que queres ir embora
Boa sorte amor da minha vida
Estarei sempre atenta
nunca te esqueças teu lugar nunca será ocupado
volta quando poderes,
em meu coração teu lugar está reservado
até ao final dos meus dias…
Te amo filho…

sinto-me: Triste
musica: Boa sorte
publicado por Alzira Macedo às 14:36

link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Sexta-feira, 6 de Junho de 2008

Pensa nisto...

 

O nosso ditado diz "Quem tem amigos, não morre na cadeia"
Claro que é um ditado mas com uma certa logica, aliás quem tem amigos pode morrer na cadeia, mas menos solitario...
que horror, comecei com uma conversa um pouco macabra, tudo isto para dizer que feliz é aquele que vive rodeado de amigos...

Eu considero-me uma felizarda, nao vivo rodeada de amigos, mas os amigos que tenho sao excelentes...


Já alguem dizia na vida necessitamos de QB (quanto baste) o que eu concordo plenamente.
Resumindo e concluindo, recebi algo muito interessante de uma amiga e vou partilhar convosco, pois dá para reflectir o quanto por vezes não sabemos deduzir certos pormenores que são importantes...


Então pensa nisto....

 

 

 
O que é de fato significativo?





 

O filho que muitas vezes não limpa o quarto e fica vendo televisão, significa que... está em casa!

A desordem que tenho que limpar depois de uma festa,

significa que...

estivemos rodeados de familiares e amigos!

As roupas que estão apertadas,

significa que...

tenho mais do que o suficiente para comer!

O trabalho que tenho em limpar a casa,

significa que...

tenho uma casa!

As queixas que escuto acerca do governo,

significa que...

tenho liberdade de expressão!

Não encontro estacionamento,

significa que...

tenho carro!

Os gritos das crianças,

significa que...

posso ouvir!

O cansaço no final do dia,

significa que...

posso trabalhar!

O despertador que me acorda todas as manhãs,

significa que...

estou vivo!

Finalmente pela quantidade de mensagens que recebo,

significa que...

tenho amigos pensando em mim!

 

 

 

 

 

 

LÊ OUTRA VEZ ESTA MENSAGEM!!!'

 

 

'QUANDO PENSARES QUE A VIDA TE CORRE MAL...

 

 

 

 

 De amigos para amigos
Alzira Macedo

sinto-me: Amiga
publicado por Alzira Macedo às 18:39

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Domingo, 4 de Maio de 2008

Feliz dia da Mae

 


Ser Mae é muito antes de um filho nascer....



já somos maes quando o transportamos em nosso ventre, aqui tem uma imagem de ecografia quando nosso filho tem 20 semanas...

 

 

 

Ser mãe


É ser responsável,
É educar,
É preparar,
É viver em eterno desassossego,
É achar graça em tudo que nossos filhos fazem,

ser mae émuita coisa ao mesmo tempo
Nem sei como descrever

Apenas sei que é, e sempre será amor para a vida inteira.

          

 

 

 

Feliz dia da Mae

 


ficar orgulhosa de suas descobertas e conquistas,
É chorar, chorar e chorar de emoção, aflição e preocupação,
morrer de ciúmes quando eles começam a "olhar" em volta
e  deixa de ser a "mamã" pra ser "pô mãe",

É sentir saudades de quando eles sorriam pra nós
como se nada mais no mundo existisse,
de quando eles não “viviam” sem nós,
sinto-me: Mae
musica: No dia em que eu sai de casa/
tags: , ,
publicado por Alzira Macedo às 01:00

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Visitantes


jeux de casino internet

Sou assim...

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

Um dia na minha vida....

Um dia especial...

DEJÁ VUE...

a sorrir e chorar...

Pensa nisto...

Feliz dia da Mae

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...