Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

hoje, apenas hoje...

 

 

 

Hoje


 Tirei um tempo para escrever
nada me ocorre…
Melancolia se apodera.
Sacudo…
Não a quero, nem sentir sequer
Porque motivo terei eu de ficar triste…
Se estás aí me esperando…
Numa curva, na próxima esquina
sorridente
balançando ao vento
abrilhantando meu caminhar
os sons da noite quero ouvir…
teus sons me chegam de longe
e tão perto…
Teu sorriso consigo imaginar
que estarás tu agora a pensar
de mim.
De ti…
do que me pode esperar
Sou filha da madrugada,
das tempestades
do vento
não tenho, dono
nem casa
sou volátil
sou versátil
agora penso
depois sorrio
e outro depois choro
nem sempre sou igual
nem sempre diferente
sou mar
sou brisa
sou sol
e sou alento
Vem…
abraça-me
eleva-me
faz-me sorrir
faz-me viver
como se não existisse amanha
como se hoje fosse o fim
das dores…
do silencio
continuo eu…
serei sempre eu…
implacável
na desordem dos sentimentos…
continuando serena nos acontecimentos
aqui estou, aqui espero
o decorrer da vida…

 

 

Alzira Macedo

 

 

 

 

sinto-me: comigo propria
musica: My luky day
publicado por Alzira Macedo às 21:53

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sexta-feira, 16 de Maio de 2008

A vida é bela

 

Uma história que não é historia….

Tento procurar as palavras certas mas não encontro, será destino, má sorte ou contingências da vida…

Conheço alguém que é uma lutadora por natureza, sobreviveu ao, tão temerosos cancro do colo…
Depois de uma luta árdua, de ter entrado em coma, sido operada 13 vezes, casa de repouso consultas de psiquiatria, e ter feito um pacto com Deus, como ela assim o diz…
Pediu para a deixar sobreviver ao cancro para poder deixar criar seus filhos….
E assim que eles estivessem orientados na vida então sim podia a levar porque estaria preparada…
dedicou-se á área da saúde tentando ajudar quem nada nem ninguém tem, dando sempre o seu carinho a sua força…
E acontece que após um acidente de trabalho, para ajudar quem necessitava lesionou-se, com uma rotura muscular e uma contracção muscular…
a recuperação não foi fácil, ficou mês e meio sem conseguir caminhar normalmente, e depois com muito custo e garra foi andando tentando melhorar….
Acontece que o sorriso estava sempre presente, embora os mais chegados notassem que havia muita revolta e agressividade, mas desculpava-se sempre com o trabalho e a depressão de ter parado durante 3 meses o seu trabalho, que era o que a fazia viver e se sentir útil….
Amar o próximo e dar o que nunca tinha recebido, amizade, carinho e compreensão…
a gota de agua chega quando depois de vários exames langorosos, dolorosos e por vezes enervantes de se ter de aguentar no hospital durante varias horas e varias posições, por vezes envergonhada…
Quando estava preparada a  desistir e querer voltar á normalidade a sentença chegou….
O médico diz que o acidente apenas chegou para mostrar o que já tinha sem saber….
Quer dizer ainda bem que teve o acidente, ou infelizmente que o teve….
Porque assim ficou a saber o que por vezes ninguém gosta de saber….
Tem o ultimo elo da coluna perto da anca (Bacia) completamente desaparecido…
com isso implica!
Proibição completa de trabalhar na área da saúde, de pegar pesos
Que horror que é o que mais ama na vida é dedicar-se ao próximo….
O pior ainda não chegou, caso assim não faça está sujeita a ficar bloqueada da sinta para baixo…
a segunda sentença depois de um exame nuclear a sentença é de que as articulações ósseas estão a desfazerem-se (Osteoporose)
má sorte ou maldição, é apenas o que reclama seu coração….
Sabe que tem de lutar, que tem de vencer, que tem de se cuidar…
Mas tudo isto não é apenas falar, mas sim sentir novamente o peso da luta.
 Venceu o cancro mas esse malandro deixa marcas e não as mais simples, ele persegue-a faça ela o que fizer….
Ele nunca a vai esquecer…
perguntando o que ela pensa de tudo isto…
diz sorrindo e chorando, sou filha da terra …
da terra nasci, nela cresci e nela me apagarei, mas nunca sem deixar de lutar e de sorrir…
é dolorosos sentir que a vida nos quer fugir, e nós tentamos a seguir…
Um dia me cansarei e apagarei…
Deixando no entanto a mensagem de que a vida é bela devemos aproveitar cada instante
devemos dar prioridades á vida vive-la cada instante cada momento…
e se um dia me for, que fique algo de mim, não preciso de nome nem de homenagens…
Mas do respeito e do carinho de quem tanto acarinhei….

È com estas palavras da pessoa em questão que deixo este poste e um momento de reflexão…

 

publicado por Alzira Macedo às 22:44

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Visitantes


jeux de casino internet

Sou assim...

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

hoje, apenas hoje...

A vida é bela

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...