Quinta-feira, 13 de Maio de 2010

O Adeus...

 

 



Novos dias….


Hoje vou escrever sobre a fé, sei que para muitos será um poste talvez monótono…
assim o irão pensar pela introdução…

Como já todo o mundo sabe o Papa bento XVl se encontra em Portugal….
Deixem-me dizer, que espero muito desta visita…
A nível político propriamente…
Para que nossos políticos metam a mão na consciência e que notem o que estão a fazer a Portugal e a seus cidadãos….
Que aprendam a serem humildes e a governarem com o que tem…
Ao mesmo tempo que abdiquem do excesso e darem a quem precisa…
Sei o que estão a pensar, que sou uma sonhadora que tal acto nunca acontecerá…
Mas aqui fica o meu desejo…
Já no encontro com os bispos Portugueses o Papa falou de uma necessidade de nova e evangelização dirigindo-se em concreto a grupos sociais, como políticos, intelectuais e jornalistas,
“onde o silêncio da fé é mais amplo e profundo”.

O nosso povo tem vergonha de se assumirem como cristãos, para socialmente não serem motivo de piadas de mau gosto…
O nosso Povo se esconde por detrás de mascaras que dia a dia nos transmitem e assim sucessivamente….

Hoje em Laundos, Freguesia do conselho da Povoa de Varzim, ouve um momento muito especial…
Um momento de fé…
“O Adeus á Nossa Senhora da Saúde…”
Padroeira da nossa terra…
Senti necessidade de estar presente…
Senti que devia dizer Adeus hoje e a deixar ir até á Matriz da Povoa de Varzim, onde a esperam com a mesma devoção com que a deixamos partir…

Nossa senhora é peregrina, quem acredita quer a ter sempre por perto…
Foi um momento de paz, de emoções fortes, ao vela sair de sua casa e seguir num carro de bombeiros coroada com lanços de pétalas de flores e vozes emocionadas cantando
“Adeus virgem mãe Adeus…”

Os lenços brancos estavam em cada mão de grandes e pequenos, as emoções cada qual mostrava a sua…
Mas notava-se o sorriso em cada rosto…
Esse sorriso de certeza que no dia 30 de Maio a iriam buscar a pé, á vizinha Povoa e a trazer novamente para casa….
Este percurso faço desde que cheguei a Portugal vai fazer 4 anos e acreditem que é um percurso que mesmo o cansaço do trabalho e mesmo o da vida não me tiram as forças para o fazer…
È um momento que não consigo definir em palavras, apenas o temos de viver…
Não sou muito praticante até porque meu emprego não o permite, Mas minha fé é somente minha…
Não necessito me mostrar para saber o que sinto…
Não necessito chamar a atenção para mostrar o valor da minha fé…
Também sei que minha fé será muito pequena á vista de outros, mas é a minha e dela não abdico digam o que disserem…
Pensem o que pensarem….
Este meu poste é apenas uma chamada á atenção da cada ser humano…
Que pensem por si e nunca deixem pensar ninguém por cada um de nós….
Eu já agendei no meu emprego que no último domingo de Maio estarei de folga para fazer esse percurso da Laundos á Povoa a pé e novamente da Povoa a Laundos a pé, trazendo comigo a Senhora da saúde para a sua casa e para meu coração…

Acreditem que não existem dores musculares, nem cansaço, nem tristeza…
Apenas uma realização e uma alegria por viver este momento…
E estou a falar de 16 km….
Mas será um domingo de festa na alma e coração…
Quem ainda não o viveu, deveria o fazer, para poder sentir este sentimento de felicidade…



Que nossa senhora da Saude olhe pelos meus familiares, pelo mundo, pelos soldados e pelo nosso padre Guilherme que está numa missao no Afganistão...
Que os tragam de volta sãos e salvos com missão cumprida....



Alzira Macedo



http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: Com fé
musica: Adeus
publicado por Alzira Macedo às 22:15

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 21 de Outubro de 2009

Sonho ou Realidade!!!

 

 

 

Encontro especial…

A vida tem destas coisas…
profundamente, envolvida num sonho
misto real, misto magico,
de leve …
senti em minha mão,
 o carinho da tua !
Um arrepio, percorreu
meu corpo, minha alma...
sensação de paz, de carinho, de afecto
a ti me prendeu!
num simples gesto, num simples olhar
que queria desviar, mas também cativar
aconteceu sem programar sem forçar
deliciosa sensação …
gritava sufocado, meu coração
antes da tua partida
 já sentia nascer em mim,  a saudade
não era fim, não era principio
era um despertar de sensações,
desconhecidas até então
 reflectia-se em forma de vibração,
ficando sem jeito pela emoção
o tempo estava contra nós
chegou o momento da partida,
com olhar profundo
 rosto carregado de sentimento
 aproximas-te lentamente
me beijas a testa
fiquei paralisada, sem entender
o porquê desse teu querer
senti ser um momento especial
Ao mesmo tempo irreal
com bater forte em meu coração
rasgando esse sonho...
 Entrei na realidade
sem saber onde estava,
 tinha-o vivido?
ou seria mera ilusão...
Te procurei, te imaginei
senti um vazio
acordei...
 deitada num cadeirão
e por companhia um lampião
a sensação de vazio me invadiu
e explicações me pediu
quem és, onde andas
porque vens ao encontro dos meus sonhos
será meu inconsciente que te chama
que te quer e reclama
não sei !!!
apenas guardo esse momento
bem guardado em meu peito

 

 

Alzira Macedo

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: hummmmmmm bem, mal... Não sei
musica: Depois de ti, mais nada Tony Carreira
publicado por Alzira Macedo às 15:02

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Sábado, 31 de Maio de 2008

Pensar

 

Hoje aqui e agora deixei voar o meu pensar...

Enquanto alguns já estao a curtir o fim de semana, cá estou eu a postar mais um poema meu que acabei de criar...
depois de dar conta de que deixei meu pensamento voar, sem o impedir nem conseguir controlar...
o que saiu vou convosco partilhar,

 

 

 [voa.bmp]

 

Deixei voar o pensamento….

Quero ser original
então deixo voar o pensamento
confuso, e absurdo no firmamento
lá vai abrindo a tela do meu alento
surgem ideias, como uma tempestade
não abdicarei da verdade
Malvadez, hipocrisia,
 incompreensão é o nosso dia a dia
será egoísmo ou mal estar
que tanto queremos, sem nada dar
exigimos do próximo
debilitados,
os amigos julgamos
conseguimos alcançar uma verdade falsa
daí nascer a palavra esperança
esperar até quando, e por quem, ou porquê
são apenas pensamentos em branco
dirão vocês sem nexo nem pranto
quem consegue controlar os pensamentos
Ora de amor, carinhosos, como violentos
estando sozinha no momento de solidão
deixei asas á minha imaginação
quanto mais me retiro mais sinto
que a amizade é um brinquedo criado
despedaçada quando procuramos a felicidade
se para ti não é uma realidade
não dês importância a este meu tormento
que é apenas, um pensamento
num pequeno momento

 

 

Alzira Macedo

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: A pensar
publicado por Alzira Macedo às 22:04

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

Sou assim...

Nas asas da imaginação, sentimo-nos que nem borboletas. Voláteis, frágeis e livres Image Host

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

O Adeus...

Sonho ou Realidade!!!

Pensar

Momento de reflexão

< <

Myspace Photo Cube

Apareça o sol! - Recados e Imagens para orkut, facebook, tumblr e hi5

mais comentados

comentarios
comentarios

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...