Terça-feira, 8 de Outubro de 2013

Coração bate forte

 

 

“Nunca amamos ninguém."
Amamos, tão somente, a ideia que fazemos de alguém. É um conceito nosso em soma é a nós mesmos que amamos.
Isso é verdade em toda a escala do amor.


Fernando Pessoa

Image and video hosting by TinyPic
http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 09:31

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 11 de Setembro de 2010

Sons da alma

Musica dos Sentimentos
 
Em pleno encontro comigo
divago pela noite
percorrendo estradas e curvas da vida
sigo sem saber onde me dirigir
Quero apenas entrar ,
em cada recanto meu
aflorar os sentimentos que me percorrem a alma
ouço sons...
De onde veem, nao sei
deixei que esses sons chegassem mais perto de mim
em cascata ouvi uma musica com notas diferentes
ouvi o som da saudade
senti esse momento muito presente
quando senti ouvir o da tristeza,
meu coraçao se acelerou
ouvi logo o da alegria
sentindo um sorriso esboçar em meu rosto
Seguido pelo som da esperança
fiquei reflexiva
A meu redor entoava
a musica dos sentimentos
musica que libera em mim,
um vale de lagrimas
sempre que me sinto so
sinto um alivio sempre que ouço essa musica
expulsa de mim todos os meus medos
minhas angustias...
Sinto-me acarinhada
pela penetraçao dos sentimentos multiplos
dando-me energia
para combater os demonios,
que se instalam em mim noite apos noite
fazendo de mim escrava do sentir
descobri como combater,
tudo quanto me atormenta
ouvir a...
musica dos sentimentos,
coroada pela mais bela nota
a do AMOR
 
 
Alzira Macedo
 
 
 
http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: recordando o amor
musica: et si tu n' existais pas...
publicado por Alzira Macedo às 15:14

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2009

Quem se perdeu...

 

 


Porque partiste…


deixando um vazio, em mim
um atropelamento de sentimentos sem fim
um vai e vem no meu peito
que arde e dói
pela lembrança
ou será pela esperança
não consigo esquecer teu rosto
teu corpo
sacudo a cabeça para parar
para novo rumo encontrar
Mas…
Continuas presente
 olhando para mim sorridente
na ausência de te ver
consigo contigo sonhar
 te recordar
quanto tempo ainda
antes que a neblina comece a ficar mais espessa
que deixe de te ver de te recordar
não quero esse pensamento
sou prisioneira no teu querer
no teu entender
jogas o jogo da sedução
levando a meta da ilusão
não sei se vens, se vais
Se permaneces ou se sais..
Deixas a fragrância do teu perfume
do teu olhar, desse teu beijar
e o desejo em mim despertar
fostes
Deixando-me a recordação
essa que dói e corrói meu coração
não são palavras fúteis e vazias
nem mesmo frias…
È um grito de saudosismo
do que foi e do que é

 

 

 

                                                                                   Alzira Macedo

 

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: Não digo...
musica: a que mais me faz lembrar de ti...
publicado por Alzira Macedo às 12:06

link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
Domingo, 11 de Maio de 2008

Passei pa dizer "bom domingo"

 

 

Cá tou eu hoje para vos deixar uns miminhos...
Tou com poucas palavras, mas as imagens descrevem tudo o que eu sinto.

 

 

 

 

 

 

                                 

   

 

 

Palavras sabias e dignas de reflexão...

               

 

 

 

 

 

 

 

 

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: " Aquela"
musica: sou aquele (Anjos)
publicado por Alzira Macedo às 09:19

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008

Frase poetica

 

 

 

 

 

Uma palavra há de ser poética desde que você a coloque em lugar imprevisto, desde que ela dê alarme, desde que ela quebre o muro da velha ordem. É preciso sempre escrever a primeira vez de uma frase. Se possível botar roupa rasgada nas idéias. Toda frase que se faz é preciso gozar nela. E é preciso fazer o serviço com paciência para que o gozo dê frutos.

 (Manoel de Barros)

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 09:19

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sou assim...

Nas asas da imaginação, sentimo-nos que nem borboletas. Voláteis, frágeis e livres Image Host

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

Coração bate forte

Sons da alma

Quem se perdeu...

Passei pa dizer "bom dom...

Frase poetica

Momento de reflexão

< <

Myspace Photo Cube

Apareça o sol! - Recados e Imagens para orkut, facebook, tumblr e hi5

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...