Domingo, 15 de Novembro de 2009

Senti, Pensei, Escrevi e partilhei...

 

 

 



Acordei na madrugada…
Tudo voava lá fora, o assobio do vento enfurecido entrava em meus ouvidos como uma alerta.
Pânico, medo, respeito preocupação, senti um aperto em meu coração.
Meus pensamentos voaram!!! 
Estará tudo bem lá por fora?
Pois sabia que meus filhos e eu estávamos protegidos pelas paredes bem seguras da casa…
Mas lá fora, haveria alguém a precisar de ajuda?
Quantos teriam dormido na rua nesta noite, sem abrigo, sem casa, sem família…
O vento continuou cada vez mais forte, misturou-se a chuva…
Como uma guerra de intemporais, onde todos  querem  mostrar sua força, sua raiva, sua presença, impor seu respeito…
Lá nisso tinham conseguido, pois eu não dormia…
Espreitando sempre um sinal de abrandamento…
Queria ir á piscina com os meus filhos pela manha, mas se assim continua-se ninguém me puxaria para fora de casa.
Então, não havendo mais nada a fazer pensei…
Mas porque sou assim?
porque tudo me agarra?
porque me preocupo com tudo e todos?
Ò Meu Deus…
Porque me fizeram tão sensível, com cara e (treta) de uma guerreia, mas tão dócil de coração…
Darei eu importância ou valor demais ás pessoas ás coisas?
Não queria sofrer, como sofro pelos outros..
Quero imigrar…
Quero um novo mundo, onde as pessoas são mais amigas, mais sensíveis, mais amadas, mais acarinhadas…
Onde a diferença não se note…
Onde eu não tenha de esperar por um simples sorriso, por um simples olá, por um simples “Senti saudades tuas”, por uma simples palavra de amor…
Porque perco a vida esperando o que não vem, e se vem é porque o reclamo!!!
Porque terei de ser eu a dar sempre sem dose nem medida?


NÂO…

CHEGA VOU DAR RUMO À VIDA…

Vou viver minha caminhada, pensando em mim, no que gosto de fazer, no que gosto de ser…
Se tiver alguém por companhia é bem-vindo (a)…
Mas eu não irei puxar, terá de vir de livre vontade…
Queres percorrer essas trilhas de vida?


Então põem-te a caminho e VEM…

 

“Um simples pensamento na Madrugada”

Alzira Macedo

 

 

sinto-me: nem eu sei... talvez escritora
musica: Papel principal
publicado por Alzira Macedo às 10:13

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Visitantes


jeux de casino internet

Sou assim...

Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
30
31

pesquisar

 

posts recentes

Senti, Pensei, Escrevi e ...

mais comentados

Arquivos

Julho 2014

Abril 2014

Março 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Março 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

favorito

A perfeição...

As Contradições do Amor

Quem serei eu

Alzira Macedo-dueto-Sonho...

Teu Nome

Homem do Mar

Amanhecer

Somente Tu

Um pouco sobre mim ...